Conexão de Granada - 3 Dia M.   Posted by Narrador 2.0.Group: 0
Narrador 2.0
 NPC, 137 posts
 GM Substituto
Thu 23 Jul 2015
at 03:44
Conexão de Granada 3 - Dia M
[Multilab]

Horas após o incidente entre Transmorfo e Damphyr,  a quietude soturna do laboratório foi interrompida  pela ativação de um dos protótipos criados naquele laboratório. Uma plataforma começou a emitir um zunido crescente, e feixes de luz rapidamente desenharam duas formas humanas, que se solidificaram num segundo. Um flash pulsou por um momento, e toda a plataforma se desligou, deixando dois visitantes no laboratório. Eles trajavam capas, máscaras, e um deles tinha um símbolo conhecido por plantar terror nos corações da escória criminosa de Gotham City.

GEM, que se encontrava ainda em modo automático, virou o rosto para os dois encapuzados. Logo em seguida, uma das escotilhas do teto se abriu, e dela surgiu Ylliana Tesla, descendo devagar até pousar de frente para os dois. De súbito, GEM voltou a agir de forma independente, e virando-se para trás, ele falou:

– “Eles estão aqui, Doutor.” – A Inteligência Artificial informou.

Do dormitório improvisado nos fundos do laboratório, Faust Novak surgiu, caminhando na direção dos visitantes. GEM se juntou a ele, fiel escudeira como de costume.

– “Você já está recuperado, pelo visto.” – Red Robin constatou.
– “Na verdade, eu não precisei de nenhuma recuperação.” – O Gênio-Residente respondeu – “Eu ainda estava emulando a invencibilidade de Nemesis quando eu fui justificadamente esmurrado por Magellan.”
– “Uma distração muito bem improvisada.” – Batwoman falou – “De fato até os guardas estão fora do perímetro do laboratório.”

Ylliana se aproximou de seu primo, colocando-se do lado dele, deixando aos visitantes a visão de duas loiras quase idênticas à tiracolo do cientista. Ele notou o barulho do sistema de refrigeração do protótipo de transmissão Zeta, e arqueou uma sobrancelha:

– “Vocês não usaram simetria quântica para ativar a minha plataforma e se teletransportarem para cá, não é?” – Novak falou, se desentrelaçando das duas loiras, e caminhando na direção dos dois encapuzados com uma expressão séria no rosto. – “Vocês não usaram um procedimento que analisa e desconstrói o indivíduo à nível molecular, grava toda a informação, transporta para um segundo ponto que reconstrói e analisa o indivíduo novamente em nível celular, com dados que podem ser captados e armazenados, não é?”

Red Robin e Batwoman se entreolharam, com a preocupação pelas implicações do que o Croata falou expostas nos olhos.

– “Isso que acontece quando se usa tecnologia que não se compreende.” – Faust resmungou, acionando o projetor holográficos central.

Modelos em escala do Cavaleiro Rubro e da Morcega surgiram no ar, com uma miríade de dados rolando em telas bidimensionais

– “Apesar do carbono ser o componente mais abundante em nossa espécie e cultura, ele vem em compostos diferentes, que podem ser facilmente separados, como por exemplo, latex da epiderme humana.” – Novak falou, ativando um comando no console.

Para horror dos dois super-heróis, a imagem se alterou, com a retirada dos uniformes e quaisquer peças de roupa, deixando a imagem de Timothy Drake Wayne e Katherine Kane desnudos, salvo as partes intimas, que foram pixeladas por censura.

– “Oh, Merda...” – Red Robin praguejou, já pensando em centenas de implicações.
– “Vocês tem ideia do que isso significa?” – Faust perguntou, com uma expressão irritada. – “Vocês tem ideia?”
– “Nós temos de destruir os dados.” – Batwoman deduziu o óbvio
– “No shit, Sherlock.” – Faust respondeu, passando pelos dois e indo até a plataforma.

Ele abriu painéis holográficos no console da plataforma, e falou:

– “GEM, inicie um memory dump e um flush de toda a memória ativa do sistema.” – Faust ordenou.
– “O que nós podemos fazer?” – Red Robin perguntou, se aproximando do painel holográfico central.

Faust se teleportou do lado dele, desativando o console com um gesto de mão, e virando-se para o herói , disse:

– “Vocês podem esperar alí.” – Novak falou, apontando para o ponto onde Ylliana estava.

Batwoman olhou para o Gênio-resmungante trabalhar, e pareceu aceitar a sugestão, se aproximando da loira. Red Robin fez o mesmo, ainda que à contragosto. Eles viram Novak marchar até a sala dos servidores, e de um deles, arrancar um módulo, que ele então carregou nas mãos até uma mesa.

— “Eu espero uma doação bem generosa da Wayne Enterprises para o a conta da Black Knight Consulting” — Faust falou, enquanto colocava uma máscara de soldador na cabeça e ativava a tocha de plasma.

Foi de doer na alma de qualquer nerd a maneira impiedosa com que o croata destruiu o módulo de milhares de dólares, mas ele o fez de forma rápida e eficiente. Batwoman trocou olhares com Red Robin, que decidiu quebrar o silêncio.

— “Nós estamos trabalhando para derrubar a Ünthernet.” — O herói falou.
— “Ylliana me disse.” — Novak comentou.
— “Os servidores do Granada são a primeira grande chance de alcançar esse objetivo.” — Red Robin disse — “Eu vim aqui para recrutar sua ajuda.”

Ylliana deu um sorriso discreto, e Faust virou-se, olhando diretamente para o Cavaleiro de Gotham.

— “Anteontem vocês estavam ameaçando me prender e hoje, vocês querem minha ajuda.” — Novak falou — “Do meu ponto de vista, eu já tenho uma equipe e um plano para fazer isso. Por que eu me uniria a vocês?”
— “Por que você é inteligente o suficiente para saber que a provabilidade de sucesso com a nossa ajuda é bem maior do que sem nós.” — Red Robin falou — “E nós temos um trunfo que você não tem.”
— “Que é?” — Ele perguntou.

Batwoman resolveu quebrar o silêncio dela:

— “Nós temos alguém infiltrado na rede.” — A Cavaleira das Trevas falou.
— “Vocês tem alguém infiltrado na Ünthernet?” — Ele perguntou, não muito crédulo.

Os dois heróis acenaram a cabeça em afirmativa.

— “Alguém que está lá dentro e pode operar de lá?” — Ele insistiu
— “Alguém que está trabalhando para sabotar a rede por dentro, e que pode lhe ajudar à chegar nos terminais de acesso.” — Red Robin falou.

Faust olhou para os dois hérois, e para sua prima, e coçou a cabeça por um instante:

— “Ok, eu estou dentro.” — Faust respondeu, caminhando até o terminal holográfico a ativando-o — “Isso é o que eu tenho em mente. Nós vamos nos infiltrar no clube sob disfarçe de serviço, e comigo e Ylliana como convidados. Eu imagino que o CEO prodígio da Wayne tenha sido convidado, mas como  a Srta. Kane pode justificar sua presença no salão é um pouco mais dificil.”
— “Definitivamente eu sou um peixe fora d’água numa multidão de nerds.” — Batwoman respondeu, e fez um gesto, apontando para o seu uniforme — “Eu vou assim, à vontade mesmo.”

Ylliana então falou:

— “Você pode vir comigo. Afinal de contas, eu moro em Gotham, e frequento o meio alternativo.” — Ela sugeriu.
— “Pode funcionar também, mas vai ser difícil esconder meu traje num vestido.” — Batwoman falou.

Ylliana se aproximou do primo, colocando as mãos nos ombros dele por trás:

— “Pra isso que temos Faust.” — Ela disse — “Eu tenho certeza que ele pode pensar em algo.”

O cientista ponderou por um momento, e disse:

— “Eu suponho que possa usar os mesmos nanites do seu traje para desmaterializar o traje dela.” — Faust apontou para Ylliana e para Batwoman.

Ylliana sorriu ao ver seu primo arregaçar as mangas e ir ao trabalho. Pela hora seguinte, Red Robin, Batwoman, Faust e Ylliana adaptaram o traje da super-heroina e formularam um plano para acessar os terminais da Ünthernet à bordo do dirigível. Finalmente, os dois Cavaleiros de Gotham deixaram o laboratório via túnel de serviço, contando com a ajuda de Gem para mascarar a presença deles dos sistemas de vigilância do complexo.

Novamente a solitude e silêncio tomou conta do multilab, e Faust Novak sentou-se numa cadeira em frente ao  console com duas canecas com chá, e observou em silêncio a projeção holográfica do dirigível. Após alguns minutos um dos painéis na parede se abriu, revelando Amanda Waller, que entrou no laboratório. Ela se aproximou do console, e pegou uma das canecas, se encostando na parede. Ela tomou um gole do chá e fez uma cara de desgosto:

— “Merda de ranho.” — Ela comentou
— “Ordens médicas.” — Ele respondeu, tomando um gole ele mesmo.

Waller se aproximou da projeção, e estudando-a por um momento, falou:

— “Merda de úlcera.” — Ela reclamou, tomando outro gole.
— “Tem sempre aquela aposentadoria.” — Ele comentou.

A diretora olhou para o gênio-residente duvidando da seriedade do comentário dele. Faust não disse nada, acenando a cabeça em concordância. Ele desfez a holografia do dirigível se desfazer, e trouxe as imagens de Batwoman e Red Robin.

— “O que você vai fazer a respeito deles?” — Novak perguntou.
— “Processa-los por invasão de propriedade governamental e vigilantismo.” — Amanda disse

Novak olhou para a Diretora com o mesmo olhar que ela havia lhe dispensado. Amanda deu um sorriso no canto do rosto, e disse:

— “A identidade deles não era segredo. E se eu não prendi o Batman, eu não vou me preocupar com peixe pequeno.” — Ela revelou.
— “Então o plano prossegue?” — Ele perguntou
— “O plano prossegue.” — Waller confirmou, e tomando o chá, reclamou — “Merda de chá.”

Novak balançou a cabeça, e então tirou do seu jaleco uma seringa. A Diretora olhou satisfeita e desabotoou a camisa, deixando o pescoço exposto. O croata administrou a injeção nela, que então abotoou de volta a camisa.

— “Quanto tempo até fazer efeito?” — Ela perguntou.
— “72 horas em dieta de shake.” — Ele respondeu, jogando a seringa usada no lixo — “E se seu médico perguntar, é classificado.”
— “Ele nunca pergunta.” — Ela falou, caminhando na direção da saída, jogando a caneca com o resto do chá no lixo.

A Diretora deu um último olhar por cima do ombro antes de deixar o multilab, vendo o Gênio-residente modificar a imagem holográfica dos heróis para a representação da cena de casamento em outra vida...

[Manhã]

No sistema de auto-falantes do dormitório, a voz de Antonio Gomez soou:

— “Jovens, o café-da-manhã está pronto.” — O cozinheiro/guardião/chaperone anunciou.
Red Oni
 player, 735 posts
Thu 23 Jul 2015
at 13:05
Re: Conexão de Granada 3 - Dia M
Red Oni se remexia sob seus lençóis era mais uma de inúmeras noites que deitou, mas não descansou, pois imagens desconexas passavam em sucessão em sua mente como um filme de péssimo gosto e o mesmo envolvia samurais, mafiosos, sua mãe e um museu.

Por fim acordou ensopada de suor e com um mau humor digno de sua condição, soltou um palavrão tomou um banho frio e vestiu-se.

Seguiu pelo corredor as figuras que a circundam começam a falar com ela, mas dessa vez elas as ignorou.

Viu e ouviu Antonio Gomez e respondeu por monossílabos esquecendo que talvez Gomez não falasse o idioma do sol nascente.

"コーヒー...コーヒー...コーヒー..."
Fonéticamente: kōhi
Tradução: Café...Café...Café...
Antonio Gomez
Thu 23 Jul 2015
at 18:09
Re: Conexão de Granada 3 - Dia M
Gomez olhou para aEspadachim Psíquica com uma expressão entretida no rosto,  e deslizou pelo balcão a caneca com o precioso líquido negro para Katsumi

— " noite difícil? — o Chef perguntou.
Red Oni
 player, 736 posts
Fri 24 Jul 2015
at 01:37
Re: Conexão de Granada 3 - Dia M
"Elas sempre são." Responde sorvendo um grande gole. "Qual é a grande ocasião afinal? Quem são os vips da hora?" pergunta se referindo claro ao motivo da convocação de todos para vir rapidamente.
Neutraliser (M)
 player, 98 posts
 Chris O'Donell
 Quebrarei esta ilusao
Fri 24 Jul 2015
at 13:15
Re: Conexão de Granada 3 - Dia M

Depois de tomar um banho quente, se arrumar perfeitamente... Chris vai tomar seu café.

Bom dia... fala ele para quem quiser ouvir e responder... e prepara uma belo breakfast.
Narrador 2.0
 NPC, 138 posts
 GM Substituto
Sat 25 Jul 2015
at 00:08
Re: Conexão de Granada 3 - Dia M
Red Oni:
"Elas sempre são." Responde sorvendo um grande gole. "Qual é a grande ocasião afinal? Quem são os vips da hora?" pergunta se referindo claro ao motivo da convocação de todos para vir rapidamente.



Neutraliser (M):
Depois de tomar um banho quente, se arrumar perfeitamente... Chris vai tomar seu café.

Bom dia... fala ele para quem quiser ouvir e responder... e prepara uma belo breakfast.


- "Bom dia, jovem." - Gomez falou, empurrando um prato para ele. O café da manhã estava em bandejas na mesa da cozinha onde o misfit podia se servir.

Virando-se para a japinha, Gomez disse:

- "Só tem ela" - O Chef apontou para Ylliana Tesla que estava se alongando na sala adjacente ao refeitório. - "Os dois que vieram com ela já foram recolados, mas por conta do que aconteceu com o Geniozinho, ela ficou."
Red Oni
 player, 737 posts
Sun 26 Jul 2015
at 05:29
Re: Conexão de Granada 3 - Dia M
Katsumi faz uma expressão de quem compreendia o que lhe fora dito e acrescenta.

"Gomez, sabe dizer se recebemos ou poderíamos receber cartas ou mensagens?"
Narrador 2.0
 NPC, 139 posts
 GM Substituto
Mon 27 Jul 2015
at 00:45
Re: Conexão de Granada 3 - Dia M
Red Oni:
Katsumi faz uma expressão de quem compreendia o que lhe fora dito e acrescenta.

"Gomez, sabe dizer se recebemos ou poderíamos receber cartas ou mensagens?"



Antonio olhou para a Espadacim Nipônica e respirou fundo, claramente desconfortável com o que ele tinha a dizer:

"Sim, Katsumi. vocês podem recebeer e enviar cartas e mensagens, e um monte de coisas mais que aparentemente ninguém se preocupou em falar pra vocês." - O Chef falou.

Ele puxou uma cadeira e sentou-se:

"Voluntaria ou Compulsoriamente, vocês são agentes à serviço do governo, e isso significa que além da autoridade de campo que lhe é confiada, vocês tem acesso à recursos governamentais como acesso à bancos de dados, equipamento, linhas de crédito, e um salário. " - Ele explicou - "Claro que, como vocês tecnicamente estando em um internato, só recebem parte desse selário, acho que 500 dolares mensais, e o resto vai para poupanças educacionais, como se vocês fossem estudantes normais em um reformatório, mas isso também significa que vocês tem acesso à créditos acadêmicos e linhas de crédito estudantis."

Gomez colocou uma xícara de café para si, e então revelou aquilo que ele sabia que a Gorda iria pregar o couro dele na parede do cemitério, mas com o que estava em jogo, ele estava pronto a aguentar o tranco:

"Se essa missão der certo, você pode solicitar uma revisão do seu status de agente." - Ele falou - "Passando de compulsório para voluntário, você pode requisitar tempo de folga, talvez até fora do país."
Wraith
 player, 573 posts
Mon 27 Jul 2015
at 01:39
Re: Conexão de Granada 3 - Dia M
Wraith chega no refeitório em uma cadeira de rodas, seu corpo ainda doía muito apos a ultima missão e passou um bom tempo na enfermaria.

Oi pessoal, será que conseguimos umas panquecas por aqui. Estou louca por uma panqueca!
Red Oni
 player, 738 posts
Mon 27 Jul 2015
at 02:14
Re: Conexão de Granada 3 - Dia M
Narrador 2.0:
Red Oni:
Katsumi faz uma expressão de quem compreendia o que lhe fora dito e acrescenta.

"Gomez, sabe dizer se recebemos ou poderíamos receber cartas ou mensagens?"



Antonio olhou para a Espadacim Nipônica e respirou fundo, claramente desconfortável com o que ele tinha a dizer:

"Sim, Katsumi. vocês podem receber e enviar cartas e mensagens, e um monte de coisas mais que aparentemente ninguém se preocupou em falar pra vocês." - O Chef falou.

Ele puxou uma cadeira e sentou-se:

"Voluntaria ou Compulsoriamente, vocês são agentes à serviço do governo, e isso significa que além da autoridade de campo que lhe é confiada, vocês tem acesso à recursos governamentais como acesso à bancos de dados, equipamento, linhas de crédito, e um salário. " - Ele explicou - "Claro que, como vocês tecnicamente estando em um internato, só recebem parte desse salário, acho que 500 dólares mensais, e o resto vai para poupanças educacionais, como se vocês fossem estudantes normais em um reformatório, mas isso também significa que vocês tem acesso à créditos acadêmicos e linhas de crédito estudantis."

Gomez colocou uma xícara de café para si, e então revelou aquilo que ele sabia que a Gorda iria pregar o couro dele na parede do cemitério, mas com o que estava em jogo, ele estava pronto a aguentar o tranco:

"Se essa missão der certo, você pode solicitar uma revisão do seu status de agente." - Ele falou - "Passando de compulsório para voluntário, você pode requisitar tempo de folga, talvez até fora do país."



"どうもありがとうございました. Já são boas noticias ao menos, não sei quantos ao demais, mas eu tenho coisas a resolver em casa e uma folguinha pode ser muito bem vinda supervisionada, vigiada o que seja."
Diz tomando um grande gole do café.
Foneticamente: Dōmo arigatōgozaimashita.
Tradução: Muito obrigada.
Narrador 2.0
 NPC, 140 posts
 GM Substituto
Mon 27 Jul 2015
at 04:36
Re: Conexão de Granada 3 - Dia M
Red Oni:

"どうもありがとうございました. Já são boas noticias ao menos, não sei quantos ao demais, mas eu tenho coisas a resolver em casa e uma folguinha pode ser muito bem vinda supervisionada, vigiada o que seja."
Diz tomando um grande gole do café.
Foneticamente: Dōmo arigatōgozaimashita.
Tradução: Muito obrigada.


Gomez acenou com a cabeça positivamente. Ele parecia ter tirado um fardo dos ombros, metaforicamente falando.

OOC: Wraith já estava recuperada. Fazem vários dias desde a Colméia.

Wraith:
Oi pessoal, será que conseguimos umas panquecas por aqui. Estou louca por uma panqueca!



Gomez apontou para a mesa onde tinha uma torre de pisa de panquecas esperando pela Líder Etérea.

Alguns segundos depois de Gwen chegar, Ylliana se aproximou da mesa, e pelo bodysuit de ginástica que ela estava usando, dava pra imaginar que ela tinha vindo de alguma atividade física.

"Señor Antonio, excelente sugestão. O simulador foi de fato muito útil." - Ela falou, e reconhecendo a presença de Oni e Wraith na mesa, ela falou, num tom mais frio - "Bom dia."
Red Oni
 player, 739 posts
Mon 27 Jul 2015
at 05:46
Re: Conexão de Granada 3 - Dia M
Katsumi estava mais feliz depois das revelações de Gomez e bem quase que era possível notar isso, porém quando chegou a prima de Dhampyr ela olhou bem.

Ela não se esquecera dos eventos onde alguém andara mexendo com sua psique ou seria melhor sua psicose... (link to a message in this game)

Duas figuras conhecidas lhe surgiram com ideias e frases.


Spoiler text: (Highlight or hover over the text to view)



"今、あなたを気に. Aquela que brinca com sua cabeça, bem aqui na sua frente. Ela vai tentar novamente. O que está esperando faça algo!"
Fonetica: Ima, anata o ki ni.
Tradução: Ora vejam só.



Katsumi olha com uma expressão mais severa por alguns momentos para Ylliana quando outra figura se manifestou nesse debate.



Spoiler text: (Highlight or hover over the text to view)


"そんなことしないでくれ!Não percebe que é isso que ele quer? Que você fique isolada sozinha e todos contra você. Mantenha a calma ela é nossa aliada e não uma inimiga."
Fonética: Son'na ko to shinaide kure!
tradução: não faça isso!



O olhar agora estava distante não era mais a mesa do café ou as pessoas em volta que estavam sendo ouvidas e muito menos consideradas, porém com um murro na mesa e cara séria, Katsumi apenas diz:

"Com licença. ごめんなさい.."
fonética: Gomen'nasai
Tradução:Desculpem-me.

Vai para outro canto perto da janela.

This message was last edited by the player at 05:51, Mon 27 July 2015.

Nemesis
 GM, 437 posts
 Aaron Gibson
 Awesomeness & Coolness
Mon 27 Jul 2015
at 10:17
Re: Conexão de Granada 3 - Dia M
Cada golpe era como uma pequena explosão, mas o equipamento de treino que haviam desenvolvido para Aaron aguentava com firmeza. O "equipamento" em questão nada mais era do que uma versão high tech de um saco de areia para a prática do boxe – e por high tech leia-se tecnologia experimental da qual Aaron não fazia a menor idéia do que se tratava. Mas a questão era que ele agora possuía algo onde pudesse extravasar sem colocar a estrutura do lugar em risco.

Ele normalmente preferia os exercícios no simulador, mas quando chegou mais cedo, a prima de Faust estava utilizando-o. Cavalheiro como é, o adolescente preferiu não incomoda-la – mesmo porque se o fizesse, teria não só o gênio residente com ciúmes, mas também Wraith. No final, ele foi mais cauteloso que cavalheiresco ao escolher a sala de musculação.

Pouco mais de um minuto depois que Gwen chegou ao refeitório, também surgiu Aaron, ainda suado do exercício e sem camisa – pois a estava utilizando para secar o rosto. "Bom dia, Gomez. Bom dia, pessoal." Ele entrou no refeitório da maneira informal de sempre, deu um beijo rápido na testa de Gwen e foi até Gomez buscar meia-dúzia de panquecas.

"Então..." ele disse, se sentando enquanto comia uma das panquecas enroladas numa das mãos. "Que lugar vamos destruir hoje na nossa nova missão super-secreta que necessita de discrição máxima? Dessa vez poderiam levar a gente pra um lugar ensolarado, com praias, biquinis..." Ele termina a frase olhando para a líder do grupo, piscando marotamente.

This message was last edited by the GM at 10:18, Mon 27 July 2015.

Daniel Magellan
 player, 129 posts
 Transmorfo
Mon 27 Jul 2015
at 13:01
Re: Conexão de Granada 3 - Dia M
Daniel aparece logo em seguida, de camisa branca, calça de moletom e havaianas. Sua cara ainda está meio amassada da cama, mas ele parece estar calmo, apesar de não tão bem humorado como de costume.

Pessoal, diz, saudando todo mundo e pegando algumas panquecas e um copo de suco de laranja.

E aí, como está a Dhampyrella?

This message was last edited by the player at 13:01, Mon 27 July 2015.

Narrador 2.0
 NPC, 141 posts
 GM Substituto
Tue 28 Jul 2015
at 01:21
Re: Conexão de Granada 3 - Dia M
Red Oni:
Katsumi olha com uma expressão mais severa por alguns momentos para Ylliana quando outra figura se manifestou nesse debate.



O olhar agora estava distante não era mais a mesa do café ou as pessoas em volta que estavam sendo ouvidas e muito menos consideradas, porém com um murro na mesa e cara séria, Katsumi apenas diz:

"Com licença. ごめんなさい.."
fonética: Gomen'nasai
Tradução:Desculpem-me.

Vai para outro canto perto da janela.


Ylliana observou sem se abalar ao rompante da japonesa. Ela pegou calmamente uma xícara com água quente e nela mergulhou um sachê de chá.


Nemesis:
Pouco mais de um minuto depois que Gwen chegou ao refeitório, também surgiu Aaron, ainda suado do exercício e sem camisa – pois a estava utilizando para secar o rosto. "Bom dia, Gomez. Bom dia, pessoal." Ele entrou no refeitório da maneira informal de sempre, deu um beijo rápido na testa de Gwen e foi até Gomez buscar meia-dúzia de panquecas.


"Bom dia, Aaron." - Gomez falou - "Pode terminar essas panquecas que eu vou pegar mais"
"Bom dia." - Ylliana respondeu, sem olhar diretamente para o rapaz.

Nemesis:
"Então..." ele disse, se sentando enquanto comia uma das panquecas enroladas numa das mãos. "Que lugar vamos destruir hoje na nossa nova missão super-secreta que necessita de discrição máxima? Dessa vez poderiam levar a gente pra um lugar ensolarado, com praias, biquinis..." Ele termina a frase olhando para a líder do grupo, piscando marotamente.


"Eu me voluntariaria para espionar algums mojitos na praia" - Gomez comentou, bem-humorado.



Daniel Magellan:
Daniel aparece logo em seguida, de camisa branca, calça de moletom e havaianas. Sua cara ainda está meio amassada da cama, mas ele parece estar calmo, apesar de não tão bem humorado como de costume.

Pessoal, diz, saudando todo mundo e pegando algumas panquecas e um copo de suco de laranja.


A reação fria de Ylliana à presença do mutante era palpável. Ela o olhou por um segundo com um olhar de gelar os trópicos, e voltou a se ocupar com seu chá.

Daniel Magellan:
E aí, como está a Dhampyrella?


Ouvindo as vozes no elevador com os sentidos ampliados pelo nanotraje, Tesla falou, com um sarcasmo frio:

"Por que você não pergunta a ele?"

A campainha do elevador tocou, e assim que as portas se abriram, a voz de Pat Trayce pôde ser ouvida, segundos antes dela aparecer no hall.

"Você tem certeza?" - Ela perguntou - "Nós podemos negociar termos."

Ela estava trajando um colante negro proibitivamente justo, que delineava bem o corpo atlético que a agente tinha. Ela carregava nas costas uma mochila de estilo militar e aspecto pesado.

"Certeza absoluta" - Faust Novak respondeu.

Ele saiu do elevador ao lado de Trayce, trajando um lightsuit de aspecto bem mais blindado que o de costume. Não havia nenhum sinal do dano causado por Daniel na npoite anterior, ou pelo menos, o headset com lente holográfica que ele estava usando escondia o dano.

"Eu tenho certeza que eles ficarão com melhor disposição para negociar uma vez que percebam que estão em desvantagem numérica." - Trayce insistiu.

Novak olhou de relançe para mesa onde os Misfits estavam por um momento, e depositou ruidosamente a sua mochila numa das mesas da sala de estar.

"Sem negociações." - Ele afirmou categoricamente - "Eu não quero intimida-los com vantagem numéricas. Eu quero esses filhos da puta se borrando nas calças diante diante de um poder de fogo opressoramente superior."

A mochila se abriu, revelando uma miríade de rifles, escopetas, pistolas e outras armas de aspecto futuristico, e potencialmente bem nocivos para a saúde.

This message was lightly edited by the player at 01:23, Tue 28 July 2015.

Red Oni
 player, 740 posts
Tue 28 Jul 2015
at 14:16
Re: Conexão de Granada 3 - Dia M
Katsumi se virou de seu canto aguardou e como nada veio questionou. "すみません. Podem preencher as lacunas para a gente? Tipo o que, quem, quando e onde?" Diz para Dhampyr, pois afinal não sabe de nada.

Fonética: Sumimasen
Tradução: Com licença.
Daniel Magellan
 player, 129 posts
 Transmorfo
Tue 28 Jul 2015
at 15:09
Re: Conexão de Granada 3 - Dia M
Um pouco aliviado por não ter matado Faust, Daniel não consegue deixar de murmurar:

Devia ter batido com mais força... e bebe seu suco de laranja.

This message was last updated by the player at 15:09, Tue 28 July 2015.

Nemesis
 GM, 438 posts
 Aaron Gibson
 Awesomeness & Coolness
Tue 28 Jul 2015
at 20:11
Re: Conexão de Granada 3 - Dia M
"Um poder de fogo opressoramente superior... Faust, Faust, você precisa parar de aprender gramática com desenhos animados." Aaron deu uma garfada na pilha de panquecas e comeu uma. "E estou decepcionado, confesso. Do jeito que você é todo Inspetor Bugiganga eu imaginava que fosse trazer um Desmolecularizador XTZ 9000, ou um Vaporizador Acme 2000, sei lá. Armas são tão... sei lá, não você..."
Narrador 2.0
 NPC, 142 posts
 GM Substituto
Wed 29 Jul 2015
at 03:18
Re: Conexão de Granada 3 - Dia M
OOC: Greetings, galera. me façam um favor e me mandem idéias dos futuros upgrades que vocês gostariam no seus personagens que eu pretendo iniciar o processo de implementar esses upgrades no decorrer da história.

Eu esqueci de botar a imagem, mas basicamente o traje da Vigilante é o traje negro da Miranda de Mass Efect, e a armadura do Damphir é a armadura do Shepard, só que negra, com neon azul.


Red Oni:
"すみません. Podem preencher as lacunas para a gente? Tipo o que, quem, quando e onde?"



Damphir olhou para a Espadachim Nipônica em silêncio por um momento, enquanto ele pegou um dos fuzis e o inspecionou com a destreza de um veterano.

"Gem, traga online o mapa tático e as imagens de satélite." - Ele comandou.

Do nada, a holograma surgiu na sala de estar, e no alto imagens de satélite da América do Sul, focando no centro, numa região entre Brasil e Bolívia. E telas adjacentes, apareceram imagens com fichas corridas, com nomes em letras garrafais identificando-os: El Señor Rodriguez Orejuela,  Eduardo Avião Herculano, Luiz Fernando Beira-Mar da Costa e Giselda La Madrinha Blanco, além de outras dezenas de fichas corridas menos visíveis de outros criminosos.

A imagem se aproximou para o que parecia ser uma instalação com vários prédios no meio da mata com uma pista de avião por perto.

Daniel Magellan:
Um pouco aliviado por não ter matado Faust, Daniel não consegue deixar de murmurar:

Devia ter batido com mais força... e bebe seu suco de laranja.


Ylliana imediatamente botou a xicara no pires de forma ruidosa e olhou para Daniel com uma expressão ainda mais fria que a de antes.

"Com licensa" - Ela falou, se retirando da mesa e caminhando para perto do seu primo.


Já na frente das telas holográficas,  TRayce abriu sua mochila, revelando uma armadura semelhante ao do Gênio Residente.


"Nós ainda podemos oferecer acordos de cooperação." - Trayce sugeriu.

"Você tem reservas à operação, Agente?" - Novak perguntou, num tom sério.

"Não, eu apenas estou tentando estabelecer que eu propus uma saída alternativa antes de iniciar um massacre." - Pat falou, colocando sua armadura, cada peça se selando magneticamente ao redor de seu corpo.

Nemesis:
"Um poder de fogo opressoramente superior... Faust, Faust, você precisa parar de aprender gramática com desenhos animados." Aaron deu uma garfada na pilha de panquecas e comeu uma. "E estou decepcionado, confesso. Do jeito que você é todo Inspetor Bugiganga eu imaginava que fosse trazer um Desmolecularizador XTZ 9000, ou um Vaporizador Acme 2000, sei lá. Armas são tão... sei lá, não você..."




Damphir não respondeu ao Tanque Sereno. Ele pegou cada arma em cima da mesa, e todas reagiam ao seu toque modificando-se de alguma maneira, com canos mais longos miras que se revelavam, pequenos indicadores holográficos que surgiam, e zunidos de geradores que pareciam se ativar. Cada arma era posicionada em coldres magnéticos ao longo da armadura, e se retraiam em seu estado de repouso ao serem posicionadas.

Uma das portas duplas do hall se abriu, e por ela passaram Amanda Waller, seguida de Ben Turner, Tom Jagger, e uma duzia de knights do Checkmate vestindo trajes de combate e com fuzis na mão.

De imediato, Damphir se virou batendo os calcanhares e se colocando em posição de sentido de frente para a Diretora.

"Atent-Hut!" - Novak latiu com uma seriedade que era completamente alheia a ele.
Red Oni
 player, 741 posts
Wed 29 Jul 2015
at 04:19
Re: Conexão de Granada 3 - Dia M
Se vira para quem estiver mais próximo e fala bem baixo "Tem algo muito estranho por aqui."
Daniel Magellan
 player, 130 posts
 Transmorfo
Wed 29 Jul 2015
at 13:45
Re: Conexão de Granada 3 - Dia M
quote:
"Atent-Hut!" - Novak latiu com uma seriedade que era completamente alheia a ele.

Daniel revira os olhos.

Red Oni:
Se vira para quem estiver mais próximo e fala bem baixo "Tem algo muito estranho por aqui."

Você só reparou nisso agora?
Red Oni
 player, 742 posts
Wed 29 Jul 2015
at 14:09
Re: Conexão de Granada 3 - Dia M
"はい. Claro que é estranho. A meu ver o sujeito iria ficar comendo papinha por um tempo depois do soco que você deu e está aí vendendo saúde e todo estilo seguindo ordens. Notei desde que ele entrou na sala e ainda tem essa prima esquisita dele por ai. Me chame de insana, mas acho que esse aí não o cara que conhecemos...."

Fonetica: Hai
Tradução: Sim

This message was last edited by the player at 14:09, Wed 29 July 2015.

Narrador 2.0
 NPC, 143 posts
 GM Substituto
Wed 29 Jul 2015
at 23:01
Re: Conexão de Granada 3 - Dia M
Red Oni:
Se vira para quem estiver mais próximo e fala bem baixo "Tem algo muito estranho por aqui."


Daniel Magellan:
Você só reparou nisso agora?


Red Oni:
"はい. Claro que é estranho. A meu ver o sujeito iria ficar comendo papinha por um tempo depois do soco que você deu e está aí vendendo saúde e todo estilo seguindo ordens. Notei desde que ele entrou na sala e ainda tem essa prima esquisita dele por ai. Me chame de insana, mas acho que esse aí não o cara que conhecemos...."

Fonetica: Hai
Tradução: Sim


Sem se virar para os dois, O Gênio Residente respondeu, enquanto observava as imagens de satélite:

"Os ferimentos que o Agente Magellan me infrigiu não foram os primeiros que eu sofri no cumprimento do dever, nem de longe os piores, Agente Nishimura." - Ele informou, num tom seco.

Ylliana olhou muito desconfiada para o seu primo, olhando-o de cima a baixo. O olhar dela se arregalou ao deduzir o que estava acontecendo, e ela imediatamente se dirigiu a ele:

"Tenente Novak? Hadjuk?" - Tesla perguntou.

Ele desviou seu olhar das projeções para a Croata, e a frieza no seu olhar:

"Cidadã." - Ele respondeu, virando-se em seguida para a tela.

A expressão de horror de Tesla se dirigiu à Waller:

"Você permitiu isso? Você permitiu que Faust liberasse esse... esse Facista?!" - Ela perguntou, indignada.

This message was last edited by the player at 23:01, Wed 29 July 2015.

Red Oni
 player, 743 posts
Thu 30 Jul 2015
at 01:32
Re: Conexão de Granada 3 - Dia M
OOC: Ei psicodelia e desvios de personalidade. Minha praia hehe.

Katsumi apenas observa sem compreender diretamente o que ocorre, mas lhe passa pela cabeça algumas ideias.
Wraith
 player, 574 posts
Thu 30 Jul 2015
at 01:47
Re: Conexão de Granada 3 - Dia M
ok, ele era estranho, mas agora estou ficando com medo.

Gwen , se levanta da cadeira de rodas e se dirige a Waller.

Sra. Waller o que esta acontecendo? Vamos sair em mais uma missão?
Narrador 2.0
 NPC, 144 posts
 GM Substituto
Thu 30 Jul 2015
at 16:39
Re: Conexão de Granada 3 - Dia M
OOC: sorry pela mensagem longa,  mas para fins de background da história, a interação é necessária.  e me mandem suas idéias para seus personagens que eu estou ansioso para fazer acontecer.

Waller virou-se para a convidada croata e falou:

"Eu não tomei a decisão. A iniciativa partiu do seu primo,  Srta.  Tesla,  e eu considerei apropriado dado os acontecimentos recentes" - Amanda respondeu, e fitando Novak,  lhe perguntou - "Sit-rep, Tenente? "

Virando-se novamente para a diretora,  Ele falou:

"Nós temos vigilância orbital da instalação.  Agente Trayce e eu iremos nos teleportar para 1500 pés acima da zona de combate.  Agente Trayce irá engajar na busca &  captura dos alvo primários a partir do objetivo Delta,  enquanto eu anularei a torre de comunicações e as aeronaves estacionadas no objetivo Alpha. "


O Gênio Residente virou-se,  mostrando na projeção seus alvos entre as construções e veículos.

"Após esta etapa ser cumprida,  eu me deslocarei do Objetivo Alpha para o Objetivo Charlie,  e neutralizarei as instalações de refinamento de drogas,  participando ativamente do esforço de busca e captura dos alvos primários."

Trayce,  já de traje de combate,  passou a colocar o que parecia ser pequenos postes contra a parede mais afastada da cozinha.  Ela afastou do caminho a mobilia com a ajuda de um dos knights.

"você não pode permitir que esse f." Ylliana começou falar,  apontando para Seu primo,  mas teve seu protesto interrompido pelo mesmo,  que segurou o punho da mão que ela apontava,  puxando-a de sopetão,  fazendo-a encara-lo:


"O nome que você procura,  Cidadã Tesla,  é  Dhampyr. O seu protesto foi anotador e é dispensado"

Ela encarou  genuinamente com medo o olhar duro e a expressão fria do Hadjuk,  que a soltou, e instintivamente ela deu um passo para trás, claramente abalada.

"Se ela tentar interferir,  prenda-a" Ele falou aos Knights.

Wraith:
ok, ele era estranho, mas agora estou ficando com medo.

Gwen , se levanta da cadeira de rodas e se dirige a Waller.

Sra. Waller o que esta acontecendo? Vamos sair em mais uma missão?


Virando-se para a Líder Etérea ,  a diretora  falou:

"A missão continua a mesma,  Wraith.  University Club,  em 10 horas." - Waller informou - "Essa incursão é  parte da missão,  e nos trará Intel que irá facilitar o trabalho da sua equipe, assumindo que Dhampyr tenha sucesso."

O mesmo olhou para Waller,  e então  para  Gwen:

"Essa incursão tem duração de 10 minutos.  Prisioneiros e equipamentos confiscados serão materializados deste ponto para cá,  onde os prisioneiros devem ser rendidos e imobilizados para interrogatório." - ele informou e trazendo uma projeção de o que oarecia ser uma placa de eletrônica - "A sua função,  Agente Jones,  e Agente O'Donnell será localizar e neutralizar as transmissões desta placa no mainframe que será materializado aqui.  Vocês tem 7.8 segundos antes que a placa transmita o sinal cuja resposta causará a destruição do mesmo e alertará todos os outros clientes ds Ünthernet no globo,  resultando na subsequente falhs automática da missão principal e a perda de intel por parte dos  governos mundiais em relação à  atividade criminosa das principais organizações paramilitares criminosas e terroristas no planeta,  entendido? "

"Ei,  Novak?  Esse pilar está na frente." Trayce interrompeu,  apontando para um dos pilares na sala.

This message was last edited by the player at 01:44, Fri 31 July 2015.

Neutraliser (M)
 player, 99 posts
 Chris O'Donell
 Quebrarei esta ilusao
Tue 4 Aug 2015
at 18:03
Re: Conexão de Granada 3 - Dia M

Chris olha para o genio do mal e para agente Jones.

E espera mais informações...

OOC: Me perdi nos nomes... quem é a Jones?

This message was last edited by the player at 18:05, Tue 04 Aug 2015.

Wraith
 player, 575 posts
Wed 5 Aug 2015
at 14:34
Re: Conexão de Granada 3 - Dia M
Gwen olha para os lados a procura de apoio, mas sem ver nenhum, resolve perguntar.

Não entendo nada de Mainframes, eu tenho um notebook e nem entendo muito como ele funciona.

Você quer que eu identifique e desabilite uma placa em 7.8 segundos sem nem saber o que tenho que fazer e me fala que tenho 10 minutos para me preparar?!

Porque você simplesmente não bloqueia o sinal?!

Red Oni
 player, 744 posts
Wed 5 Aug 2015
at 14:52
Re: Conexão de Granada 3 - Dia M
Katsumi estava absorta nos pensamentos (i.e preguiça de postar), mas coloca seu quinhão na conversa.

"Talvez ele lhe dê algum dispositivo que você deva colocar no mainframe que faça o serviço Gwen, mas sei lá estou achando tudo isso muito estranho."
Neutraliser (M)
 player, 100 posts
 Chris O'Donell
 Quebrarei esta ilusao
Wed 5 Aug 2015
at 17:09
Re: Conexão de Granada 3 - Dia M

Chris pensando melhor, apoia a colega.

Bem por ai Gwen, tbem não tenho habilidade nenhuma com essas coisas.

Agora é como a Katsumi falou, se tiver ajuda de algum dispositivo e um manual de explicação.

Grande posssibilidade de fuder tudo é muito alta.

Narrador 2.0
 NPC, 145 posts
 GM Substituto
Thu 6 Aug 2015
at 01:53
Re: Conexão de Granada 3 - Dia M
OOC: Gwen Jones, vulgo Wraith

Wraith:
Gwen olha para os lados a procura de apoio, mas sem ver nenhum, resolve perguntar.

Não entendo nada de Mainframes, eu tenho um notebook e nem entendo muito como ele funciona.

Você quer que eu identifique e desabilite uma placa em 7.8 segundos sem nem saber o que tenho que fazer e me fala que tenho 10 minutos para me preparar?!

Porque você simplesmente não bloqueia o sinal?!


Dhampyr olhou para a Líder Etérea com frieza e impessoalidade, e virou-se em silêncio.

Red Oni:
"Talvez ele lhe dê algum dispositivo que você deva colocar no mainframe que faça o serviço Gwen, mas sei lá estou achando tudo isso muito estranho."


O Gênio Residente caminhou até a mesa onde o seu equipamento estava, terminando de coleta-los.

Neutraliser (M):
Chris pensando melhor, apoia a colega.

Bem por ai Gwen, tbem não tenho habilidade nenhuma com essas coisas.

Agora é como a Katsumi falou, se tiver ajuda de algum dispositivo e um manual de explicação.

Grande posssibilidade de fuder tudo é muito alta.



"Tudo que lhes é pedido são parte do potencial de suas habilidades que por indisciplina ou comodidado vocês ainda não utilizaram." - o Hadjuk falou, num tom seco - "GEM irá guia-la, Agente Jones, e você irá receber o feedback dela via o leitor holográfico do seu comunicador."

Virando-se para Chris, ele fala:

"Na mesma maneira que GEM irá guiar Jones, ela também irá lhe guiar, O'Donnell, em quais frequencias especificas você deve bloquear. O mainframe como um todo tem que continuar funcionando para manter o link quantico da Ünthernet ativo. se fosse simples, eu não precisaria dos seus talentos."

De repente, GEM se vira da posição de estátua dela, e fala:

"Hadjuk, a telemetria aponta para a presença de civis." - Ela informou.

As imagens de satélite se aproximam e o pixelado logo se torna nítido com os algorítimos, mostrando então a imagem de cima que claramente mostra indivíduos armados conduzindo uma mulher com uma criança de colo nos braços para dentro de um prédios.

Diversas imagens diferentes começam a se interpor, criando uma imagem multiespectral de duzias de indivíduos separados no que parecem ser pequenos quartos, ou celas...

"Vinte e cinco adultos e seis criancas estão presentes no campo. Os padrões conformam com o perfil de prisioneiros."

Por um momento, o croata ficou em silêncio, e subitamente, ele esmurra a mesa de forma bem sonora.

"Mudança de planos." - Dhampyr informou de forma autoritária, ao que a miríade de telas começa a mudar - "Vigilante, você, Wraith, Red Oni e Neutraliser efetuam o resgate dos civis. Nemesis e Transmorfo lhes darão cobertura."
Wraith
 player, 576 posts
Thu 6 Aug 2015
at 02:26
Re: Conexão de Granada 3 - Dia M
Wraith olha para os demais membros da equipe.

Alguns ainda estão de pijamas.

Vamos pessoal, hoje é missão sem as panquecas. Entramos em quanto tempo?

OoC: Por parte da Wraith a idéia de evolução da personagem é retirar os drawbacks de mistrust e preso e depois pegar o parcial dispersal e treinamento em artes marciais e skills basicos de um agente do checkmate. Ela vai querer se juntar ao checkmate como operativo.
Red Oni
 player, 745 posts
Thu 6 Aug 2015
at 03:55
Re: Conexão de Granada 3 - Dia M
"Entendo. Bem ao menos meu dia começou bom, Ikuzo."
OOC: Ikuzo -> Vamos lá.

OOC2: Bem eu quero ouvir sugestões para upgrades, sinceramente ainda estou indeciso.
Nemesis
 GM, 439 posts
 Aaron Gibson
 Awesomeness & Coolness
Thu 6 Aug 2015
at 14:31
Re: Conexão de Granada 3 - Dia M
"Poxxxo tmmar bannh antexx?" Aaron falou, ainda com a boca cheia de panquecas, suado e sem camisa.
Daniel Magellan
 player, 131 posts
 Transmorfo
Thu 6 Aug 2015
at 16:02
Re: Conexão de Granada 3 - Dia M
Daniel olha para toda a amovimentação com cara de confuso.

Oi? O que tá acontecendo? Pra onde a gente vai? Eu desligo, quando a Dhampyrella começa a falar.
Nemesis
 GM, 440 posts
 Aaron Gibson
 Awesomeness & Coolness
Thu 6 Aug 2015
at 18:51
Re: Conexão de Granada 3 - Dia M
Daniel Magellan:
Daniel olha para toda a amovimentação com cara de confuso.

Oi? O que tá acontecendo? Pra onde a gente vai? Eu desligo, quando a Dhampyrella começa a falar.


Aaron se levanta e dá um tapinha no ombro do companheiro, a caminho do vestiário. "Cebolinha e Cascão pensaram num plano infalível pra roubar o coelhinho da Mônica. Não deu certo – de novo – e a gente vai lá salvar os caras da surra mais uma vez. Ou seja, um dia comum." Já na porta, sem se virar, ele continua. "Cachinhos Dourados e Lampadinha, vou tomar um banho e encontro vocês daqui a pouco, ok? Tentem não mudar o plano de novo enquanto eu estou fora. Já me perdi aqui sobre em quem eu tenho que bater e não são nem 10 da manhã."
Narrador 2.0
 NPC, 146 posts
 GM Substituto
Fri 7 Aug 2015
at 03:18
Re: Conexão de Granada 3 - Dia M
OOC: Greetings, povo. vamos à aventura.Novamente, mil desculpas pelo texto longo, mas como isso era originalmente um conto, eu tinha essas cenas escritas. Eu tenho algumas sugestões para os upgrades da Oni e da Wraith, mas as condições sociais são coisas que se resolve em aventura, em breve.


Wraith:
Wraith olha para os demais membros da equipe.

Alguns ainda estão de pijamas.

Vamos pessoal, hoje é missão sem as panquecas. Entramos em quanto tempo?


Red Oni:
"Entendo. Bem ao menos meu dia começou bom, Ikuzo."
OOC: Ikuzo -> Vamos lá.


Nemesis:
"Poxxxo tmmar bannh antexx?" Aaron falou, ainda com a boca cheia de panquecas, suado e sem camisa.


"Eu não sei. pergunte à ele" - Trayce respondeu, e virando-se para Dhampyr. - "Novak, a coluna?"


Ignorando seus colegas e sua parceira, o croata ativou outra tela, que mostrou o rosto familiar de Beatriz da Costa, vulgo Fogo:

"Seu status, Da Costa?"

A contragosto, a agente olhou para o rapaz e respondeu:

"Eu não gosto dessa idéia, Novak. o mato está seco, e qualquer vento pode espalhar o fogo." - Ela reclamou.

"Eu não preciso que você goste de nada, Agente. Eu preciso que você obedeça as suas ordens." - Ele respondeu, autoritário.

"Escuta aqui, garoto, eu estou lhe fazendo um favor e..." - Ela começou a reclamar, mas foi abruptamente cortada po Dhampyr

"Quem está fazendo um favor à quem aqui sou eu, Da Costa. Um favor em dar razões ao Bureau de Assuntos Meta-Humanos para não dissecar o seu capitãozinho e extrair aquela carapaça metálica dele e dar um uso que seja de fato útil para alguém!" - Dhampyr esbravejou de uma forma tão agressiva e raivosa que fez Waller erguer uma sobrançelha (não necessariamente em reprovação), e deixou a brasileira devidamente surpreendida - "Missão dada é missão cumprida, agente. Se você se sentir culpada pelo meio ambiente, depois plante uma árvore e compre uma porra duma chinchilla! Fui Claro?"

Se o olhar da Fogo pudesse matar, Faust Novak seria um presunto. Ela o encarou em silêncio por um momento, e então falou, numa voz mais baixa.

"Sim, foi." Ela concedeu.

"Sim, o quê?" Ele ainda não estava terminado.

Novamente outro olhar, e as chamas tomaram conta do corpo da heroina.

"Sim senhor!" - Ela respondeu, com raiva, antes de levantar vôo.



Daniel Magellan:
Daniel olha para toda a amovimentação com cara de confuso.

Oi? O que tá acontecendo? Pra onde a gente vai? Eu desligo, quando a Dhampyrella começa a falar.


Nemesis:
Aaron se levanta e dá um tapinha no ombro do companheiro, a caminho do vestiário. "Cebolinha e Cascão pensaram num plano infalível pra roubar o coelhinho da Mônica. Não deu certo – de novo – e a gente vai lá salvar os caras da surra mais uma vez. Ou seja, um dia comum." Já na porta, sem se virar, ele continua. "Cachinhos Dourados e Lampadinha, vou tomar um banho e encontro vocês daqui a pouco, ok? Tentem não mudar o plano de novo enquanto eu estou fora. Já me perdi aqui sobre em quem eu tenho que bater e não são nem 10 da manhã."



"Movimentação no campo de prisioneiros." - GEM informou. - "Gerando imagem espacial."

Uma das telas passou da imagem de cima para como se fosse uma câmera no solo. Um rapaz, um homem e uma mulher com uma menininha de colo estavam sendo escoltados sob o cano de fuzis por cinco capangas. Eles estavam acorrentados nos pés e nas mãos, e foram rudemente encaminhados até a beira de um descampado onde uma grande vala estava aberta.

A mulher e o homem imploravam aos seus captores, e o jovem tentava não ser arrastado. Um dos captoresdeu-lhe uma coronhada que o fez cair de joelho no chão. O homem e a mulher se abraçaram, enquanto um dos capangas pegou o rifle, colocou na cabeça do rapaz, e disparou, fazendo os miolos deles forrarem o chão.  Ele então chutou o corpo morto da vala, e virou-se para os outros, fazendo um gesto para o homem.

Este começou a ser puxado sendo afastado da mulher, mas a menina, que não estava acorrentada, tentou se segurar no pescoço do homem que claramente era seu pai, e um dos capangas se moveu para agarrar a criança.

Dhampyr virou-se para os Misfits, e um metal maleavel se revelou as costas dele, desdobrando em escamas até formar um capacete rigido e selado, escondendo seu rosto com um visor negro.

"Isso responde a sua pergunta?" - Ele falou, sua voz soando metálica.

Sacando sua pistola, o croata disparou contra as duas extremidades da coluna no meio da sala, e os disparos fizeram com que as áreas atingidas se desintegrassem em líquidos. Ele largou a arma, que magneticamente voltou para o coldre, e agarrou a coluna que caía, sem parar enquanto corria na direção da parede. Num flash, ele desapareceu, e no campo de prisioneiros, do alto a coluna caiu em cima do capanga que havia matado o jovem, esfacelando-o, e logo atrás do capanga que estava pegando a criança, Dhampyr pousou ruidosamente, assustando todos eles, e agarrando o capanga antes que ele pudesse reagir, jogando-o em cima dos outros com tamanha violência e força que eles foram parar a alguns metros de distância.

Waller, vendo a cena, olhou para Wraith e os outros, e só disse uma coisa:

"VÃO!"

OOC: Go Go, Misfits!
Nemesis
 GM, 441 posts
 Aaron Gibson
 Awesomeness & Coolness
Fri 7 Aug 2015
at 03:45
Re: Conexão de Granada 3 - Dia M
Aaron normalmente era apenas um adolescente desbocado e cínico, mas se havia algo que o tirava do sério – ok, várias coisas o tiram do sério – era ter que sair correndo atrás dos rompantes alheios – especialmente, e talvez nem os celestiais saberiam explicar, Faust. Quando o croata se teleportou para o campo de batalha de maneira intempestiva, obrigando Aaron e os demais a simplesmente largar tudo e segui-lo, aquilo começou a despertar algo no interior do adolescente que ele não gostaria de ver liberado novamente – um sentimento ruim, muito ruim.

Ele estava com a mão no batente lateral da porta quando Waller deu a ordem. A reação de Aaron foi fechar o punho, e o material da parede esfacelou completamente. Se voltando para a diretora do complexo, ele caminhou até ficar a poucos centímetros do rosto dela. "Eu fiz uma promessa algum tempo atrás, e não sou de voltar atrás, mas vamos recapitular: eu prometi não fugir, e não vou, mas nunca disse que não iria matar mais ninguém." O tom de voz de Nemesis – não Aaron – era grave e ameaçador. Ele definitivamente não estava brincando. "Ou você coloca o seu cãozinho de volta na coleira, ou eu vou esvaziar o canil."

Se voltando para as outras agentes, Trayce e DaCosta, ele continuou. "Se ninguém for nos teleportar atrás do Senhor Sucesso, acho melhor entrarmos na porcaria do jato, não? E dane-se o meu banho. Vou matar alguém hoje com meu super-suvaco além da super-força – é mais terrível assim."

OOC: Acreditem, ele disse a última frase sem rir.
Narrador 2.0
 NPC, 148 posts
 GM Substituto
Fri 7 Aug 2015
at 04:08
Re: Conexão de Granada 3 - Dia M
OOC: UOPS, equeci uma coisinha.

Gem olhou para os misfits, e disse:

"Zeta Beam ativado."

Um flash aparece na frente de cada um dos agentes...

... que quando dão por sí, estão no ar, a centenas de metros do chão. Quaisquer roupas que estivessem vestindo deram lugar agora a trajes de campo, similares aos uniformes normais que cada Misfit usava, com a diferença que a malha era igual à malha blindada dos Knights do checkmate, e o visor holográfico está ativo em cada um dos agentes, marcando elementos hostis e indentificando instalações e veículos

Trayce mergulhou, acionando o jetpack do traje dela para descer à frente do grupo.

This message was last edited by the player at 04:14, Fri 07 Aug 2015.

Red Oni
 player, 747 posts
Fri 7 Aug 2015
at 04:25
Re: Conexão de Granada 3 - Dia M
"Eu contudo não prometi e não prometo nada, mas meus atos falarão por mim. Yoraba taiju no kage." Diz ao passar por  Trayce, DaCosta e Waller.

OOC: Tradução: Se você escolher a sombra, escolha ficar sob uma grande arvore. Significado: Sirva ao mais poderoso para o seu próprio bem.

"Mas não se preocupe tenho motivos para me portar bem e querer o sucesso desta missão diz enquanto se movia para pegar um avião."

Ela corria e pensava no que diabos estava fazendo indo para o meio sei lá de onde para seguir instruções que nem havia compreendido ainda, mas ver aqueles sujeitos atirando nos pais da garotinha já tinha sido suficiente para ela, era uma vilã e tinha ficha suja, mas mesmo assim pode-se ter respeito, honra e classe.

"Mas oque? Kuuuuuuuuso!!!!"
OOC: isso eu não preciso traduzir.

Direciono o negócio para não virar panqueca e bem escolho um ponto onde possa sair causando estrago.

This message was last edited by the player at 05:27, Fri 07 Aug 2015.

Wraith
 player, 577 posts
Sat 8 Aug 2015
at 01:55
Re: Conexão de Granada 3 - Dia M
Wraith fica um pouco surpresa com a situação mas apos o teleporte resolve deixar qualquer coisa para tras e focar na missão.

Daniel cuide dos outros. Prioridade é proteger os inocentes e achar o mainframe, depois acabamos com esses assassinos.

E com isso ajusta o corpo para cair o mais rápido possível em direção ao solo e fica intangível logo antes de atingir o chão voando para tentar proteger os reféns.

Wraith esta extremamente irritada com a situação e o fato de terem matado um inocente não vai ficar por isso mesmo.
Narrador 2.0
 NPC, 151 posts
 GM Substituto
Sat 8 Aug 2015
at 05:52
Re: Conexão de Granada 3 - Dia M
OOC: Rapidinha pra terminar a noite bem.




Red Oni voou direto contra o cativeiro dos civis. O seu visor holográfico lhe deu a leitura multiespectral, indentificando prisioneiros e captores dentro do galpão. A Espadachim Psíquica desacelerou o suficiente para não se quebrar, mas rápida o suficiente para arrebentar o telhado de zinco, pousando no meio de um grupo de bandidos.  Os bandidos foram surpreendidos e assustados pelos pedaços do telhado caindo, e isso deu à Katsumi a vantagem. nenhum daqueles homens, acostumados ao crime corriquieiro, foram páreo para a Misfit, que os colocou fora de ação com uma sequência rápida de golpes.

Wraith ficou intangível, logo antes de se chocar contra o solo, e voando por baixo, ela surgiu atrás da família que estava para ser fuzilada, expandindo seu campo fásico instintivamente ao ver outros capangas saindo de uma cabana já atirando na direção geral de Dhampyr, que coincidia com os inocentes.

Vigilante respondeu à agressão, descendo próximo à Misfit disparando com uma de suas armas, que definitivamente não eram equipamento padrão, já que dispararam projéteis energéticos que explodiram com impacto contra seus alvos como se fossem granadas. Ela saltou, impulsionada pelo jetpack, disparando uma arma de energia que causou explosões por seu trajeto.

Ylliana Tesla desceu dentro do galpão, agarrando um dos canos no teto para modificar sua trajetória, e voando contra um traficante que estava ainda com as calças na mão, saindo de um quartinho. A acrobata o acertou em cheio no peito, fazendo-o voar pela parede de madeira, esacando sua lâmina holográfica, ela começou a cortar os cadeados das celas.

Do lado de fora, Wraith viu Dhampyr executar três traficantes com a mesma pistola que ele havia usado contra a coluna, com o mesmo resultado aterrorizante: partes do corpo dos bandidos se dissolveram em líquido em meio a gritos de agonia; um na cabeça, outro no torso e braço, e o outro no abdome, o que o fez se partir ao meio.

"Ache o Mainframe" - A voz distorcida e metálica dele se dirigiu à ela, antes dele saltar, com o jetpack ativado, que o impulsionou para longe dela, em outra área da instalação, largando no chão uma esfera que foi direto num jipe que se aproximava com bandidos neles.

Numa explosão bizarra, o Jipe, quem estava nele, e o solo ao redor foram esmagados numa e condensados numa esfera pouco maior que uma bola de bilhar.

Com o caos reinando e as explosões, praticamente todo bandido está em alerta, e pelos visores holográficos os misfits podiam ver atráves dos prédios as dezenas de mercenários, bandidos e traficante, à pé ou em veículos, vindo na sua grande maioria na direção do galpão.

Algumas áreas o visor não conseque penetrar, indicando áreas blindadas, e uns poucos indivíduos bem longe de onde os Misfits estão, são marcados como alvos primários. não há nenhum sinal do mainframe. O avião no hangar acionou seus motores. A trajetória projetada da Vigilante é a torre de comunicação, e a trajetória projetada de Damphyr é o Casarão principal.

OOC: TRansmorfo, Nemesis e Neutraliser pousam ao redor do galpão. Nutraliser tem um jetpack para pouso igual ao da Oni.  O  holovisor de vocês identifica os prédios por dormitórios, casamata, refinaria de drogas, armazem, garagens, celeiro, casa grande, hangar, gerador de energia e reservatório de combustivel.
Wraith
 player, 578 posts
Sat 8 Aug 2015
at 18:37
Re: Conexão de Granada 3 - Dia M
Neutraliser siga em direção a casamata, provavelmente o mainframe esta lá. Vou entrar e verificar o local.

Nemesis e Transmorfo, acabem com a resistência.

Oni, Vigilante e Tesla Evacuem os inocentes.


Com isso wraith se torna invisivel e segue a toda velocidade para dentro da casamata.
Red Oni
 player, 750 posts
Mon 10 Aug 2015
at 13:20
Re: Conexão de Granada 3 - Dia M
Agora quero ver se o sujeito vai seguir ordens... Quanto a mim é vou seguir o livro desta vez, tudo vai sair certinho e certinho...
Pensa Katsumi.

"Hai, Mas para onde? Não temos veiculo de fuga ou coisa que o valha para tirar essa gente daqui, no máximo posso coloca-los para um caminho sem bandidos e é o que farei."

Neutraliser (M)
 player, 101 posts
 Chris O'Donell
 Quebrarei esta ilusao
Mon 10 Aug 2015
at 13:56
Re: Conexão de Granada 3 - Dia M

Vou em direção a Casamata achar o mainframe.
Nemesis
 GM, 442 posts
 Aaron Gibson
 Awesomeness & Coolness
Wed 12 Aug 2015
at 23:54
Re: Conexão de Granada 3 - Dia M
OOC: Meu último post saiu estranho porque não tinha todas as informações. Considerem então que ele é teleportado ao invés de seguir para fora do refeitório

"Acabar com a resistência? Tive uma idéia." E, pegando a bola de bilhar que um dia foi um jipe com vários passageiros, Nemesis arremessa a esfera com toda a sua força contra o que o visor do uniforme novo identificou como o reservatório de combustível. Em seguida, se virando para Transmorfo: "Ei, Danny Boy, deixa que eu cuido do comitê de boas vindas, ok? Parece que você tem um avião pra pegar..." diz ele, sinalizando para o avião que começa a deixar o hangar.
Narrador 2.0
 NPC, 152 posts
 GM Substituto
Fri 14 Aug 2015
at 03:42
Re: Conexão de Granada 3 - Dia M
Wraith:
Neutraliser siga em direção a casamata, provavelmente o mainframe esta lá. Vou entrar e verificar o local.

Nemesis e Transmorfo, acabem com a resistência.

Oni, Vigilante e Tesla Evacuem os inocentes.


Com isso wraith se torna invisivel e segue a toda velocidade para dentro da casamata.



Neutraliser (M):
Vou em direção a Casamata achar o mainframe.



Wraith se torna intangível e voa na direção da casamata. Ela assusta e confunde os mercenários em seu caminho, fazendo até com que alguns deles abrissem fogo uns contra os outros.

Já o caminho para Neutraliser não estava tão fácil, pois ele era bem tangível, mas usando os poderes dele, o Misfit Albino conseguiu anular o efeito quimico da pólvora dos cartuchos nas armas ao seu redor. E ele teve os bandidos distraídos pela Vigilante, que surgiu de cima de uma das casas, fuzilando a maioria dos bandidos em seu caminho, deixando a trilha livre até a casamata. Um deles, ela não alvejou, e no visor dos misfits a identificação de alvo primário apareceu.

E. Herculano

A agente saltou com a ajuda de seus microjatos até o chefão, agarrando-o sem esforço, levantando-o do chão.

- "Extração!" - Ela gritou

Por uma fação de segundos um portal se abriu, e ela sem cerimônias o arremessou pelo mesmo, que desapareceu em seguida.


Enquanto isso, dentro do cativeiro...

Red Oni:
Agora quero ver se o sujeito vai seguir ordens... Quanto a mim é vou seguir o livro desta vez, tudo vai sair certinho e certinho...
Pensa Katsumi.

"Hai, Mas para onde? Não temos veiculo de fuga ou coisa que o valha para tirar essa gente daqui, no máximo posso coloca-los para um caminho sem bandidos e é o que farei."


Tesla virou-se para a Espadachim e então tocou sua manopla, fazendo aparecer a imagem holográfica de GEM em miniatura.

- "Nós precisamos evacuar esses civis, GEM." - Ylliana falou.

Um minimapa do compound apareceu, e a voz da Holograma soou:

- "Existe um veículo de transporte em massa localizado  35 metros à noroeste que tem capacidade de comportar todos os civis, Dhampyrella." - A I.A. falou, usando o codinome da croata. - "Alerta, soldados inimigos se aproximando pelo oeste, 15 metros de distância."

Dhampyrella virou-se para Red Oni, e em resposta à ameaça, ela ativou as duas lâminas holográficas de suas manoplas.

- "Nós temos que proteger essas pessoas." - a Loira falou.

Do lado de fora...

Nemesis:
OOC: Meu último post saiu estranho porque não tinha todas as informações. Considerem então que ele é teleportado ao invés de seguir para fora do refeitório

"Acabar com a resistência? Tive uma idéia." E, pegando a bola de bilhar que um dia foi um jipe com vários passageiros, Nemesis arremessa a esfera com toda a sua força contra o que o visor do uniforme novo identificou como o reservatório de combustível. Em seguida, se virando para Transmorfo: "Ei, Danny Boy, deixa que eu cuido do comitê de boas vindas, ok? Parece que você tem um avião pra pegar..." diz ele, sinalizando para o avião que começa a deixar o hangar.


A bola que nemesis arremessou que era incrivelmente densa e pesada, possivelmente algumas toneladas, atravessou tijolos, cimento, terra, musculos, ossos e metal até atingir seu alvo, causando uma explosão ao continuar em sua trajetória. A explosão violenta fez o hangar ruir, assim como uma torre de vigilância, que caiu em cima de outro barracão, causando um incêncio e fazendo com que os bandidos e mercenários corresem por sua vida.

O Tanque Sereno viu Dhampyr pousar em cima do capô de um carro em movimento com violência, fazendo o motor afundar e veículo parar bruscamente. Ele moveu-se até a porta do passageiro, arrancando-a e puxando para fora o ocupante e jogando-o ao chão. Alguns dos capangas dentro do carro, ainda atordoados abriram fogo, com suas balas ricocheteando na armadura e no escudo de força do Hadjuk, que em resposta sacou sua pistola, reduzindo à líquidos os ocupantes. Ele caminhou até o homem no chão, e o visor o identificou:

R. Orejuela

Um portal abriu-se ao lado dele, e pegando-o pelos cabelos, ele o arrastou e o jogou para dentro, com o portal fechando logo em seguida.


Na Casamata...

Wraith entrou na casamata sem problemas. o concreto havia sido feito para resistir à bombardeios, não à campos fásicos, e a Líder Etérea viu lá dentro um bando de armas, alguns computadores, e uma porta de metal. Alguns homens estavam de guarda na porta para fora, mas a porta no fundo da sala estava desquardada... a não ser pelo que parecia ser uma leve distorção espacial...
Red Oni
 player, 751 posts
Fri 14 Aug 2015
at 05:32
Re: Conexão de Granada 3 - Dia M
Red Oni escutou as informações sobre o veiculo e se vira para responder.

"Hai. Eles precisam ser protegidos, mas tiros podem voar enquanto lutamos perto deles..." Se vira com uma expressão serena no rosto."Tire-os daqui vou lhe ganhar tempo e garantir que não interfiram." Diz fazendo um gestual a lá samurai sacando uma espada não existente que logo se materializa em suas mãos e vai interceptar os bandidos.

This message was last edited by the player at 05:32, Fri 14 Aug 2015.

Wraith
 player, 579 posts
Fri 14 Aug 2015
at 19:52
Re: Conexão de Granada 3 - Dia M
Wraith usa seus poderes para possuir um dos guardas e acessar suas memórias para entender o que eles estão guardando e o que seria a distorção espacial da outra porta.
Transmorfo
 player, 267 posts
 Daniel Magellan
Sat 15 Aug 2015
at 17:34
Re: Conexão de Granada 3 - Dia M
Nemesis:
Em seguida, se virando para Transmorfo: <Blue>"Ei, Danny Boy, deixa que eu cuido do comitê de boas vindas, ok? Parece que você tem um avião pra pegar..." diz ele, sinalizando para o avião que começa a deixar o hangar.

Droga! Tudo estava acontecendo rápido demais e no caos, Daniel só conseguia ver coisas explodindo e pessoas morrendo.

Esta é a última vez que faço isso!
Transmorfo pensou.

A primeira coisa que fez foi sair do uniforme e visor holográfico que só faziam atrapalhá-lo. Depois, virou uma falcão e alcançou o avião. Quando estava sobre ele, virou um elefante e caiu sobre a cauda do aeroplano, tentando esmagá-la.


Narrador 2.0
 NPC, 154 posts
 GM Substituto
Thu 20 Aug 2015
at 20:43
Re: Conexão de Granada 3 - Dia M
Ooc:Upgrades!

Red Oni:
Red Oni escutou as informações sobre o veiculo e se vira para responder.

"Hai. Eles precisam ser protegidos, mas tiros podem voar enquanto lutamos perto deles..." Se vira com uma expressão serena no rosto."Tire-os daqui vou lhe ganhar tempo e garantir que não interfiram." Diz fazendo um gestual a lá samurai sacando uma espada não existente que logo se materializa em suas mãos e vai interceptar os bandidos.


Damphyrella abriu uma saida na parede de metal com suas lâminas,  e começou a conduzir os civis para fora na direção do ônibus.  Enquanto a croata estava evacuando os inocentes,  a Espadachim Psíquica foi na direção oposta,  por onde seu visor holográfico mostrava um bando de homens armados correndo para a porta.

Quando o primeiro deles colocou a mão na maçaneta,  ele foi recebido pela lâmina de Katsumi empalando-o no peito. Os outros homens pararam assustados e deram um passo pars trás,  dando à Misfit a vantagem da surpresa.  Saltando e esquivando-se de capangas muito mais lentos que elas,  Oni os combateu com graça e elegância,  sentindo a sua consciência se expandir de seu corpo para sua lâmina e além. E dentro  dela,  uma energia começou a crescer.  Algo que ela não podia explicar,  mas que ela sabia instintivamente como utilizar. Com um grito,  ela saltou por cima de um dos seu adversários,  pousando no meio deles,  e como um vulcão em erupção,  ela liberou essa energia,  com um grito:

KIAAAAAAAAAAIIIII

Uma onda de choque tendo ela mesmo como epicentro arremessou tudo ao seu redor para longe com a violência de uma explosão.  Seus adversários caíram ao chão mortos ou incapacitados,  a parede mais próxima dela ficou deformada,  janelas se quebraram,  e a vontade de lutar de uma segunda leva de capangas morreu,  ao que o terror em seus rostos logo resultou em uma debandada desorganizada.


Wraith:
Wraith usa seus poderes para possuir um dos guardas e acessar suas memórias para entender o que eles estão guardando e o que seria a distorção espacial da outra porta.


O capanga que havia acabado de se emburacar na casamata foi um alvo fácil para Wraith.  Ele estava fumado,  o que o deixou ainda mais suscetível.  Eles eram bandidos de uma facção criminosa do Brasil que estavam ali para fazer negócios para uma rota de tráfico de drogas,  armas e sexo com cartéis colombianos e mexicanos.  Um sujeito que ele não sabia quem é mas parecia europeu ou russo havia se juntado às negociações oferecendo algum tipo de serviço,  o que tinha a ver com o mainframe ali dentro.  Ele não sabia o que era, nem o que o protegia,  mas ouviu de outros falar de uma demonstração em que abriram fogo contra a barreira e as balas foram absorvidas.

- "Ei,  você tá bem,  Cara?" o outro capanga perguntou

Do lado de fora...

Transmorfo:
Droga! Tudo estava acontecendo rápido demais e no caos, Daniel só conseguia ver coisas explodindo e pessoas morrendo.

Esta é a última vez que faço isso!
Transmorfo pensou.

A primeira coisa que fez foi sair do uniforme e visor holográfico que só faziam atrapalhá-lo. Depois, virou uma falcão e alcançou o avião. Quando estava sobre ele, virou um elefante e caiu sobre a cauda do aeroplano, tentando esmagá-la.



Ao que Transmorfo pensou em mudar de forma,  o uniforme dele desapareceu,  e o visor holográfico se tornou intangível e adaptou-se a forma que o durlaniano tomou. Ele caiu como elefante em cima da cauda do avião,  que se amassou como papel. Bandidos em pânico correram,  enquanto alguns poucos mais ousados.

Por trás deles,  Vigilante surgiu,  alvejando os dois e pulando no rombo aberto no avião.  O visor destacou um dos ocupantes da aeronave como alvo primário.

F.  da Costa

Sem pena e ignorando as balas de dois seguranças,  ela agarrou Beira-mar e jogou para fora do avião.


Ao redor do compound,  um círculo  de fogo se formou.
Wraith
 player, 580 posts
Thu 20 Aug 2015
at 21:07
Re: Conexão de Granada 3 - Dia M
Wraith usa a arma do traficante que dominou para liquidar o segundo bandido e sai do corpo e o atinge com um golpe sináptico.

Após liquidar os bandidos ela fala no comunicador.

Encontrei um tipo de barreira ou portal dentro do bunker. Alguem pode analisar para mim rapidamente?

Enquanto aguarda mais informações Wraith passa pela lateral da barreira para ver o que poderia existir do outro lado.

This message was last edited by the player at 21:08, Thu 20 Aug 2015.

Narrador 2.0
 NPC, 155 posts
 GM Substituto
Fri 21 Aug 2015
at 01:17
Re: Conexão de Granada 3 - Dia M
Wraith:
Wraith usa a arma do traficante que dominou para liquidar o segundo bandido e sai do corpo e o atinge com um golpe sináptico.

Após liquidar os bandidos ela fala no comunicador.

Encontrei um tipo de barreira ou portal dentro do bunker. Alguem pode analisar para mim rapidamente?

Enquanto aguarda mais informações Wraith passa pela lateral da barreira para ver o que poderia existir do outro lado.



O bandido foi pego de surpresa e alvejado por Wraith, e sua morte foi imediata. o bandido possuido acordou ainda mais confuso e aterrorizado quando a Misft saiu dele, e nocautea-lo foi uma sopa.

Pelo Comm, GEM respondeu:

"Ativando Drone. Aguarde." - A Holograma informou.

O Celular dourado da Líder Etérea de repente começou a flutuar e a emitir feixes luminosos direciuonado ao campo de energia.

Quando Gwen estava prestes à se aproximar da barreira, no seu visor holográfico o aviso de PERIGO soou com letras vermelhas garrafais e piscantes.

"Este campo possui propriedades fásicas que podem ser potencialmente letais para o seu próprio campo fásico, Wraith." a Holograma a informou - "Neutraliser possui a habilidade para debilitar ou anular completamente este campo."
Red Oni
 player, 752 posts
Fri 21 Aug 2015
at 02:46
Re: Conexão de Granada 3 - Dia M
"Kono zako ga!" diz com desprezo quando os bandidos fogem. Olha ao redor para ver se há mais perigo próximo dos que estavam sendo evacuados que requeira sua interferência se não ela vai se juntar aos outros.

OOC: Seus vermes!
OOC2: upgrades sempre são bem vindos, kudos.

This message was last edited by the player at 05:50, Fri 21 Aug 2015.

Neutraliser (M)
 player, 102 posts
 Chris O'Donell
 Quebrarei esta ilusao
Fri 21 Aug 2015
at 19:55
Re: Conexão de Granada 3 - Dia M

Caramba.


Neutraliser corre para o local indicado.