Prelúdio - Festival de Verão.   Posted by Mestre.Group: 0
Mestre
 GM, 139 posts
Fri 24 Nov 2017
at 00:46
Re: Prelúdio - Festival de Verão
É verdade que seus dons se manifestam através das correntes? Nunca ouvi falar disso antes. Geralmente, sobrenaturais manifestam objetos que são a expressão de seu bom, mas não pegam um já existente e usam como conduíte, pergunta Safyra.

A pergunta procede, Emyric. Li os anais da Guarda Real e não me recordo de qualquer menção a outro sobrenatural com esse tipo de dom, reforça Flinn.

Puxa, obrigado pelo seu apoio, perdigueiro. Sem ele, minha pergunta não teria qualquer valor... Safyra rola os olhos. Flinn apenas arqueia uma sobrancelha.

Quem quer saber de correntes?! Thornendal questiona, batendo na mesa. Vamos ao que interessa: você foi realmente torturado pelos elfos?
Norin de Raven Moors
 player, 72 posts
 Guarda
Fri 24 Nov 2017
at 01:09
Re: Prelúdio - Festival de Verão
Norin sorri e, aceitando a brincadeira, mexe suas orelhas com os dedos. Ceeerto, o anão me chama de pequeno e a Lyta diz que meu nome é estranho. Mais alguns dos enigmas da vida.... Com alguma relutância, Norin dá mais um gole na cerveja.

Notando que atenção passou para Emyric, Norin se inclina em direção a Astaldo, Sir Astaldo, nós já nos encontramos. Sir Leo também estava lá, em Ravenrock. Eu tinha apenas 11 ano e devo ter mudado muito desde então.
Sir Astaldo Maeglin
Fri 24 Nov 2017
at 01:28
Re: Prelúdio - Festival de Verão
Astaldo aperta os olhos, como se estivesse tentando resgatar a memória do evento.

Hmm... Tem certeza? A única criança dessa idade que vi lá era o bast... Ah. Perdão, não quis constrangê-lo. Sim, agora me recordo. A duquesa fez questão de manter você afastado da comitiva, por isso não liguei o nome à pessoa.

Um conselho: é sir Leon. Você deu sorte de ele estar entretido com Lissandra ou já teria ouvido algum comentário sarcástico, Astaldo sorri, para mostrar que o comentário não foi uma reprimenda.

O que está achando da vida de guarda real?

Emyric
 player, 45 posts
 O Penitente
 Guarda
Fri 24 Nov 2017
at 02:05
Re: Prelúdio - Festival de Verão
Emyric olha serio para todos e respira fundo e diz Francamente? Eu não consigo me lembrar de nada tudo é simplesmente um branco e alguns flashes... Mas as cicatrizes são reais ... bem reais. Diz ele segurando o copo.
Mestre
 GM, 141 posts
Fri 24 Nov 2017
at 03:52
Re: Prelúdio - Festival de Verão
Como assim? Você não lembra de nada? Nem de quem capturou vocês? pergunta Halmor, intrigado.

Emyric, quando você passou pelo Fortim Negro, por que não pediu que a dama Yddwin usasse seu dom para vasculhar sua mente? Ela talvez pudesse recuperar suas memórias, sugere Flinn.

Enquanto isso, Leon continua dando atenção à Lissandra.

Minha dama, o Último Unicórnio é bom, mas barulhento -- mal podemos conversar. Sempre quis saber mais sobre você, sua vida, mas nuca tive a oportunidade de perguntar. Por que não deixamos nossos colegas aqui e vamos dar uma volta pela vizinhança? A noite está agradávevl, o clima festivo...

This message was last edited by the GM at 03:54, Fri 24 Nov 2017.

Lissandra
 player, 67 posts
 Sombra da Morte
 Sargento
Fri 24 Nov 2017
at 05:01
Re: Prelúdio - Festival de Verão
Lissandra, olha para a mesa e as figuras bebadas e desagradaveis.

Por que nao?

Seria um prazer Sir Leon, se os demais nos dão licença vamos caminhar um pouco. Nos vemos mais tarde.
Norin de Raven Moors
 player, 73 posts
 Guarda
Fri 24 Nov 2017
at 12:01
Re: Prelúdio - Festival de Verão
Sir Astaldo Maeglin:
Astaldo aperta os olhos, como se estivesse tentando resgatar a memória do evento.

Hmm... Tem certeza? A única criança dessa idade que vi lá era o bast... Ah. Perdão, não quis constrangê-lo. Sim, agora me recordo. A duquesa fez questão de manter você afastado da comitiva, por isso não liguei o nome à pessoa.

Um conselho: é sir Leon. Você deu sorte de ele estar entretido com Lissandra ou já teria ouvido algum comentário sarcástico, Astaldo sorri, para mostrar que o comentário não foi uma reprimenda.

O que está achando da vida de guarda real?


Norin, engole o pedaço do delicioso carneiro que estava mastigando, dá um gole da cerveja e responde, Não há constrangimento nenhum, eu sei o que eu sou e nada vai mudar isso, sir. Me incomodar seria como me incomodar com o cair da noite ou com nascer do sol. A duquesa se incomoda com isso, meu pai, meus irmãos e meus mestres, não.

Não era o que eu esperava, acho que Sir Duhn me encheu com as histórias de heroísmo da Guarda Real, mas deixou o dia a dia de lado.

Emyric
 player, 46 posts
 O Penitente
 Guarda
Fri 24 Nov 2017
at 13:20
Re: Prelúdio - Festival de Verão
Mestre:
Como assim? Você não lembra de nada? Nem de quem capturou vocês? pergunta Halmor, intrigado.

Emyric, quando você passou pelo Fortim Negro, por que não pediu que a dama Yddwin usasse seu dom para vasculhar sua mente? Ela talvez pudesse recuperar suas memórias, sugere Flinn.


Os clérigos que me trataram na época acreditaram que o esforço e tensão que a sondagem mental da Dama Yddwin me matariam dado as condições de minha chegada. Eu poderia tentar agora, mas tenho minhas ressalvas e incertezas como saber se os malditos não colocaram algo na minha mente que acabe me enlouquecendo? Queria ter certeza antes. Se tivesse me perguntado a um ano atrás eu teria feito imediatamente, mas agora ... Eu tenho uma função e um propósito.

Ele olha Alana discretamente e volta seu olhar as pessoas da mesa e finalmente ao copo de vinho e ao carneiro.

This message was last edited by the player at 14:22, Fri 24 Nov 2017.

Mestre
 GM, 142 posts
Fri 24 Nov 2017
at 14:17
Re: Prelúdio - Festival de Verão
Lissandra:
Seria um prazer Sir Leon, se os demais nos dão licença vamos caminhar um pouco. Nos vemos mais tarde.

Senhoras e senhores, Leon se despede e puxa a cadeira para que Lissandra se levante. Lyta pisca exageradamente para Sombra da Morte.

Não façam nada que eu não faria
, Halmor diz e os dois saem para a noite de Arlen Town.

Cadê o boni hic tão? Lyta pergunta para ninguém em particular.

Ele acabou de sair, Safyra responde, incrédula com o nível de bebedeira da colega.

Nããããão... Tô falando hic do hic outro bonitão hic... O que apanhou do insular... Tadinho hic.

Acho que a Lissandra passou uma descompostura nele. Talvez esteja detido.

Norin de Raven Moors:
Não era o que eu esperava, acho que Sir Duhn me encheu com as histórias de heroísmo da Guarda Real, mas deixou o dia a dia de lado.</blue>

Sir Duhn? Não sabia que você conhecia o Imortal.

Mas não se acostume a isso, diz Astaldo, indicando com um gesto a mesa rodeada de guardas. O que você está vendo aqui é atípico. Estamos reunidos por caus ada data especial. Normalmente, você pode passar meses em missão sem ver outro guarda que não os que estão atuando com você.

E acredite, Norin: uma missão para a Guarda Real nunca é "simples" ou "tranquila". Em breve, você pode estar se maldizendo por ter desejado "heroísmo",
Astaldo conclui, sorrindo novamente.

Emyric:
Os clérigos que me trataram na época acreditaram que o esforço e tensão que a sondagem mental da Dama Yddwin me matariam dado as condições de minha chegada. Eu poderia tentar agora, mas tenho minhas ressalvas e incertezas como saber se os malditos não colocaram algo na minha mente que me acabe me enlouquecendo? Queria ter certeza antes. Se tivesse me perguntado a um ano atrás eu teria feito imediatamente, mas agora... Eu tenho uma função e um propósito.

Ele olha Alana discretamente e volta seu olhar as pessoas da mesa e finalmente ao copo de vinho e ao carneiro.

Emyric pega Alana olhando também para ele. A moça desvia o olhar imediatamente e fica ruborizada.

Halmor assume uma expressão intrigada, mas há outra coisa também, um certo ar de ameaça.

Deixa eu ver se entendi, Emyric: você está dizendo que talvez seja um espião dos elfos. É isso mesmo?

Thornendall fica boquiaberto e mesmo os outros guardas que haviam derivado para conversas paralelas parecem ter sido atraídos por essa nova informação. O clima na mesa muda.

This message was last edited by the GM at 14:22, Fri 24 Nov 2017.

Emyric
 player, 47 posts
 O Penitente
 Guarda
Fri 24 Nov 2017
at 14:27
Re: Prelúdio - Festival de Verão
Não é isso que estou dizendo. Digo que tenho medo que colocaram algo que me impedisse de contar o que vi lá. Não sou especialista então apenas especulo, mas das cem pessoas na expedição que De Gaudi organizou apenas eu voltei. Então acho que espionar não é o caso, pois seria meio que óbvio demais. Eu acho que me deixaram voltar como um aviso ... Uma ameaça um "E que fique fora de nossa floresta" como posso colocar em termos. Entretanto acho que vi algo lá e que talvez eles não queiram que eu me lembre é isso...
Mestre
 GM, 143 posts
Fri 24 Nov 2017
at 15:16
Re: Prelúdio - Festival de Verão
Mas por esse raciocínio, eles podem ter posto algo em sua mente para que você traia a Guarda Real ou mesmo mate o rei. Se eu fosse o Astaldo ficava de olho em você... Halmor conclui com um gole de sua cerveja.

Thornendall faz cara feia para Emyric.

Tenho certeza de que os especialistas e curandeiros reais -- sem falar do próprio Eniharmon, embora não o vejamos mais há tempos -- não deixariam Emyric se juntar à Guarda Real se houvesse alguma suspeita de que pudesse ser um agente infiltrado dos elfos. Até que me provem o contrário, ele merecerá o mesmo respeito que meus outros colegas,
declara Astaldo num tom que não deixa dúvida de sua intenção.

Seu funeral... Halmor retruca.

Há um silêncio desconfortável na mesa.
Norin de Raven Moors
 player, 74 posts
 Guarda
Fri 24 Nov 2017
at 18:18
Re: Prelúdio - Festival de Verão
Norin fica olhando para Sir Halmor durante o diálogo, Então é isto o que vale a lealdade entre os Guardas reais?, e espera alguns momentos antes de voltar a falar, Sir Duhn, foi trabalhar para o Duque Lorne, após sua aposentadoria da Guarda Real. Ajudou no treinamento dos homens de meu pai e do meu próprio. Há uns dois anos ele pediu a meu pai para se aposentar novamente, se não me engano, ele falou em ir para a vila no Lago de Cristal. . Norin fica pensativo por alguns instantes, Sinto falta dele... mas agora acho que as histórias, que ele me contava sobre a Guarda Real, eram para me animar, pois ele sabia que minha vinda para cá era inevitável. , e dá mais um gole da sua cerveja.
Lissandra
 player, 68 posts
 Sombra da Morte
 Sargento
Fri 24 Nov 2017
at 20:01
Re: Prelúdio - Festival de Verão
Ao sair da taverna, Lissandra para em frente a Sir Leon.

Você quer conhecer melhor minha "historia", no seu quarto ou no meu?

This message was last edited by the player at 20:03, Fri 24 Nov 2017.

Emyric
 player, 48 posts
 O Penitente
 Guarda
Fri 24 Nov 2017
at 23:47
Re: Prelúdio - Festival de Verão
Mestre:
Mas por esse raciocínio, eles podem ter posto algo em sua mente para que você traia a Guarda Real ou mesmo mate o rei. Se eu fosse o Astaldo ficava de olho em você... Halmor conclui com um gole de sua cerveja.

Thornendall faz cara feia para Emyric.

Tenho certeza de que os especialistas e curandeiros reais -- sem falar do próprio Eniharmon, embora não o vejamos mais há tempos -- não deixariam Emyric se juntar à Guarda Real se houvesse alguma suspeita de que pudesse ser um agente infiltrado dos elfos. Até que me provem o contrário, ele merecerá o mesmo respeito que meus outros colegas,
declara Astaldo num tom que não deixa dúvida de sua intenção.

Seu funeral... Halmor retruca.

Há um silêncio desconfortável na mesa.


Sou leal ao Reino, ao Rei, a guarda, a minha fé e amigos por isso não farei tal coisa, mas já que você crê na possibilidade e se eu estiver errado espero que me faça o favor de acabar comigo. Posso contar com você? Não temo a morte, pois ela virá para nós todos. diz em resposta a Halmor.

Eu não me lembro nem como cheguei então talvez eu tenha sido testado ... Eu não procurei saber, para falar a verdade eu temia saber, mas se eu ainda estou livre deve haver a razão e eu sou apenas um pobre diabo que teve o azar de estar no lugar errado na hora errada. Mas peço desculpas por estragar os ânimos. Mas como já disse a Halmor que ele me fulmine se eu for um traidor. Diz aos demais.

This message was last edited by the player at 23:47, Fri 24 Nov 2017.

Mestre
 GM, 145 posts
Sat 25 Nov 2017
at 00:46
Re: Prelúdio - Festival de Verão
Norin de Raven Moors:
Sinto falta dele... mas agora acho que as histórias, que ele me contava sobre a Guarda Real, eram para me animar, pois ele sabia que minha vinda para cá era inevitável. , e dá mais um gole da sua cerveja.

Astaldo ri para si mesmo. Cheguei a conhecer sir Duhn, quando entrei na Guarda, pouco antes de ele se aposentar. Fazia questão de dizer que era velho e que sua hora estava chegando. Mas 15 anos depois, está aí, firme e forte. Creio que vai enterra a nós todos.

A vinda de um Guarda Real não é ruim, Norin. Sim, nossas missões são perigosas e muitos não conseguem atingir a longevidade de sir Duhn ou dama Yddwin, mas também não caímos por aí como moscas. Se você encarar o serviço como algo que lhe dá um objetivo na vida, as coisas ficarão mais fáceis.


Lissandra:
Você quer conhecer melhor minha "historia", no seu quarto ou no meu?

Leon abre um grande sorriso. Você é cheia de surpresas, minha dama. Vamos para o meu quarto, assim evitamos as más línguas, diz Leon, dando o braço para sua colega.

Emyric:
Sou leal ao Reino, ao Rei, a guarda, a minha fé e amigos por isso não farei tal coisa, mas já que você crê na possibilidade e se eu estiver errado espero que me faça o favor de acabar comigo. Posso contar com você? Não temo a morte, pois ela virá para nós todos. diz em resposta a Halmor.

Não se preocupe. Se você for um instrumento dos elfos, os Lanceiros acabarão com você. É uma promessa, diz Halmor num tom que não passa o menor calor humano.

quote:
Eu não me lembro nem como cheguei então talvez eu tenha sido testado ... Eu não procurei saber, para falar a verdade eu temia saber, mas se eu ainda estou livre deve haver a razão e eu sou apenas um pobre diabo que teve o azar de estar no lugar errado na hora errada. Mas peço desculpas por estragar os ânimos. Mas como já disse a Halmor que ele me fulmine se eu for um traidor. Diz aos demais.

Halmor é... zeloso demais, Emyric. É por isso que se tornou tenente dos Lanceiros. Às vezes, ele exagera, mas, no fundo, pensa na segurança de todos, explica Flinn.

Eu, pelo menos, vou te julgar pelas suas ações no presente e não pelos acontecimentos do passado. Foi assim comigo, Safyra diz e sorri. Ela levanta seu caneco.

A novos começos! A segundas chances!

Todos, inclusive Halmor e Thornendall, brindam.

A novos começos! A segundas chances!

This message was last edited by the GM at 00:48, Sat 25 Nov 2017.

Emyric
 player, 50 posts
 O Penitente
 Guarda
Sat 25 Nov 2017
at 01:28
Re: Prelúdio - Festival de Verão
A novos começos e novas chances. Diz com todos.

Halmor. Seu zelo é admirável e agora que tenho sua promessa que estarei sob sua vigilância estou tranquilo e cumprirei meu dever com o mesmo zelo e que Furdermohr nos guie a todos. Obrigado.

Ele continua a comer e tomar de seu vinho. Mas se algo for pelo bem de todos eu posso ir ver alguém para testar a minha mente garantir a segurança que a minha mente é apenas minha ... Só não sei se Dama Yddwin iria poder me ver...
Lissandra
 player, 70 posts
 Sombra da Morte
 Sargento
Sat 25 Nov 2017
at 12:44
Re: Prelúdio - Festival de Verão
Lissandra da o braço para Sir Leon e segue com o galante cavaleiro.
Mestre
 GM, 147 posts
Sat 25 Nov 2017
at 15:16
Re: Prelúdio - Festival de Verão
A conversa na mesa volta para assuntos menos conflituosos e o clima se torna mais festivo graças também à animação dos outros frequentadores da taverna. Com o avançar da hora e da embriaguez, os guardas vão se despedindo. O primeiro a sair é Astaldo. Logo depois, Safyra diz adeus e, minutos depois, Flinn. Halmor e Thornendall se desculpam e deixam a mesa para ir beber com alguns legionários do outro lado do salão. Norin e Emyric, já um tanto alcoolizados percebem que talvez seja uma boa hora para se recolher.

Nos aposentos de Leon, Lissandra descobre que a reputação de amante habilidoso de seu colega é totalmente justificada. O ponto alto da noite é quando Leon usa seu dom para amplificar o prazer da Sombra da Morte, fazendo-a atingir níveis de êxtase que tornam a experiência quase religiosa. Após algumas horas de atividade intensa, Leon adormece e Lissandra deixa seus aposentos.

No pátio interno do castelo, já na calada da noite, os três se encontram e, logo em seguida, Josh, a caminho d'O Último Unicórnio, esbarra nos colegas. Antes que possam se despedir e continuar seu caminho, todos têm uma sensação estranha. Norin e Josh percebem movimento no alto de uma das torres de vigia. Lissandra tem um pressentimento que aprendeu a associar a perigo. Emyric sente uma fisgada em seu peito.

Os guardas reais logo notam que a origem de sua inquietude é um gárgula no topo da torre. Mas o que parecia apenas ser uma decoração da estrutura se mostra mais real. A silhueta se move e abre amplas asas de morcego. A cabeça vira para fitar o grupo e os guardas veem os olhos da criatura brilhando como duas brasas na escuridão da noite.


Uma carga de medo sobrenatural se choca contra o grupo, como uma onda quebrando nos rochedos. Emyric a ignora -- seus nervos de aço foram temperados por suas experiências passadas. Josh também resiste; sua força de vontade se mostrando mais poderosa que o terror emanado pela criatura. Lissandra, no entanto, sente um aperto no coração, talvez porque perceba inconscientemente que o monstro é uma negação de tudo em que ela acredita. Norin, jovem e protegido por sua vida em Raven Moors, não possui ainda as defesas para lidar com a materialização do mal -- ele grita Não! e dá um passo atrás, tentando se proteger.

A criatura sorri, se é que pode se chamar o esgarço da boca profana de sorriso, e fala:

Tudo desmorona; o centro não se sustenta
Mera anarquia avança sobre o mundo,
A maré turva de sangue se espalha,
E por toda parte, o rito da inocência se afoga;
Aos melhores falta toda convicção, e os piores
Estão cheios de intensidade apaixonada

Por certo, há revelações a vir;

Volta a escuridão; mas agora sei
Que o sono pétreo desses vinte séculos
Tornou-se pesadelo no embalo de um berço.
Qual besta bruta, vinda enfim sua hora,
Rasteja até Arlen para nascer?


Finda a anunciação, o demônio estica suas asas e as bate, lançando-se para o alto no ar da noite.

This message was last edited by the GM at 14:31, Sun 26 Nov 2017.

Lissandra
 player, 71 posts
 Sombra da Morte
 Sargento
Sat 25 Nov 2017
at 17:38
Re: Prelúdio - Festival de Verão
Por Furdermohr.

Soem o Alarme!

Vou seguir este demônio.

Lissandra então se teleporta para telhado do castelo para manter contato visual com o demonio.

OoC: Mana restante 132
Emyric
 player, 52 posts
 O Penitente
 Guarda
Sun 26 Nov 2017
at 02:58
Re: Prelúdio - Festival de Verão
Chamar a quem? Não havia ninguém ali. Pensou Emyric então prosseguiu a pé acompanhando  o voo da criatura e quem sabe esbarrasse numa patrulha.

This message was last edited by the player at 17:01, Sun 26 Nov 2017.

Norin de Raven Moors
 player, 81 posts
 Guarda
Sun 26 Nov 2017
at 12:03
Re: Prelúdio - Festival de Verão
Os olhos em brasa e voz da criatura enchem Norin com um terror que nunca sentiu antes, um frio invade seu estômago e seu primeiro impulso é correr. Mas Norin se lembra das palavras de Sir Duhn, Medo é o que define a coragem. e também das de Dorn, Mije ou cague nas calças, o quanto quiser, ninguém vai ligar para isso, se você se mantiver na linha de batalha. [1 rodada]

Norin respira fundo, range os dentes em um esgar e voa para o alto do castelo procurando o gárgula. O jovem sobrenatural estranha, seus sentidos e reflexos estão embotados, Porcaria de carveja!!, esbraveja mentalmente Norin, enquanto tenta pousar em uma das torres.

[140-6 mana = 134 mana]
Mestre
 GM, 155 posts
Mon 27 Nov 2017
at 15:16
Re: Prelúdio - Festival de Verão
Lissandra, no topo do castelo, vê o demônio se afastando rapidamente em direção às montanhas próximas a Arlen Town. Após um vôo um pouco errático, Norin pousa em uma torre e localiza o demônio.

Emyric e Josh, incapazes de acompanhar o movimento da criatura devido às construções, encontram alguns guardas atraídos pelo grito de Lissandra.
Lissandra
 player, 72 posts
 Sombra da Morte
 Sargento
Mon 27 Nov 2017
at 16:46
Re: Prelúdio - Festival de Verão
Lissandra tenta acompanhar o demônio para identificar seu destino, tomando cuidado para não ser vista pelo mesmo.

Me mostre de onde você veio ser infernal para podermos acabar com sua existência.

O objetivo é simplesmente seguir o bicho, vamos até onde o mana deixar, guardando um pouco para um combate é claro se eu for percebida e ele vier para cima de mim.
Norin de Raven Moors
 player, 83 posts
 Guarda
Mon 27 Nov 2017
at 21:58
Re: Prelúdio - Festival de Verão
Norin se concentra, através da névoa da embriaguês, e comanda os ventos para tentar segurar o gárgula e mandá-lo para o chão.
Mestre
 GM, 157 posts
Mon 27 Nov 2017
at 22:46
Re: Prelúdio - Festival de Verão
Apesar dos seus sentidos não estarem funcionando perfeitamente, devido ao álcool, Norin consegue ler as correntes de ar, localizando o demônio, e comanda, com sucesso, os ventos para derrubá-lo. Para a surpresa do jovem guarda, a criatura se mostra extremamente fraca diante da força de seu dom e acerta o chão com violência. Quando os ventos trazem o corpo para Norin, este descobre que o embotamento de seus sentidos era mais sério do que imaginava: o "demônio" era um pássaro noturno.

Lissandra segue saltando de sombra em sombra, mas ao se afastar da cidade, já não encontra mais fontes de luz que possam criar sombras e perde o demônio de vista. No seu último avistamento, a criatura continuava seguindo para norte.

Vinte minutos depois, os quatro guardas estão reunidos de volta no castelo, onde uma comoção se instaurou entre aqueles que juraram proteger o reino de Aldorin. Por ordem de lorde Galwyn, a presença do demônio é mantida em segredo do grande público, sendo apenas revelada para os membros da Guarda Real e o alto escalão da coroa.

Emyric, Josh, Norin e Lissandra são interrogados várias vezes pelo capitão da Guarda Real e outros assessores reais para tentar descobrir algum detalhe que elucide a críptica mensagem da criatura. Finalmente, os guardas são liberados no meio da madrugada. Em seus quartos, eles tentam dormir, apesar do mau augúrio da aparição demoníaca.