Tudo Desmorona 1 - Problemas no norte.   Posted by Mestre.Group: 0
Norin de Raven Moors
 player, 94 posts
 Guarda
Thu 30 Nov 2017
at 22:21
Re: Tudo Desmorona 1 - Problemas no norte
Quando a música dá uma pausa, Norin paga uma rodada para os legionários e aproveita o relativo silêncio para indagar mais a respeito  dos monstros em Roadend.
Emyric
 player, 63 posts
 O Penitente
 Guarda
Fri 1 Dec 2017
at 00:29
Re: Tudo Desmorona 1 - Problemas no norte
Mestre:
Bardal vai até seu depósito e volta com uma botija de porcelana de 600 ml. Ela é branca, mas a base é marrom e a rolha está selada por uma cera âmbar. Na lateral o brasão do famoso alambique Fortuito, de Pingapura, a vila conhecida por produzir uma variedade de aguardentes. Abaixo do escudo, Emyric lê o nome da bebida: Lágrima de Assafraz. O guarda real se recorda que Assafraz é o lendário gênio (elemental, no jargão da magia) do fogo que infernizou a vida dos heróis do início da Idade das Lendas, muitos séculos atrás.

A melhor pinga já feita na história da humanidade, sir Emyric. Mas depois não venha reclamar, quando sua boca e garganta estiverem em carne viva, diz Bardal, rindo e recolhendo as moedas.

Antes que Emyric saia, Alana o intercepta.

Sir Emyric, ouvi o senhor dizer que vai sair em missão e sei que, assim como eu, é um fiel devoto de Furdermohr. Queria lhe dar isso, como forma d eproteção, para que Ele olhe com carinho pelo senhor, a moça conta, abrindo a mão para revelar uma delicada corrente presa a um pequeno símbolo da igreja.


Ele responde a Bardal

Para emergências mais mundanas caro Bardal, mas vou lembrar-me do aviso.

Emyric recebe o amuleto sagrado de Alana e tomado pela sensação de gratidão sorri e delicadamente pega o objeto sagrado e também beija a mão de quem lhe dera para então dizer

A benção de Furdermohr está contida aqui onde a gentileza e a bondade estão... Não se preocupe ele estará sob meus cuidados e prometo que o trarei de volta e bem talvez se não for muita ousadia de minha parte quem sabe possa pagar-lhe um jantar na volta. Diz reunindo coragem para não gaguejar.

Acho que podemos fechar com a resposta e bem ai passo a postar com os outros XD.

This message was last edited by the GM at 00:43, Fri 01 Dec 2017.

Zaqueu de Burgomel
Fri 1 Dec 2017
at 00:43
Re: Tudo Desmorona 1 - Problemas no norte
Os legionários agradecem e um mercador chamado Zaqueu de Burgomel fica mais do que feliz de poder contar tudo o que sabe sobre os ataques em Roadend.

É uma coisa bisonha, eu lhes digo! Ninguém está a salvo desses trolls. Eles descem das montanhas famintos por carne! E não são muito escrupolosos quanto ao tipo, se é que vocês me entendem, o mercador diz, fazendo cara de falso terror, e toma um gole do vinho para umedecer a garganta.

Dizem que, de vez em quando, em invernos muito rigorosos, a comida escasseia nas montanhas e um ou outro troll desgarrado desce em busca de sustento. Mas estamos em pleno verão! Isso não é natural, não, senhores!

Tenho pra mim que é obra de uma bruxa que vive na mata próxima à vila. Dizem que ela e lorde Kieff se estranham desde que a velha se mudou pra lá, há uns 30 anos. Parece que ela não tem muito respeito pelos Waykeepers e se tem uma coisa que os senhores de Roadend não toleram é não se sentirem superiores.

São uma família orgulhosa e isso vem desde o fundador da dinastia, sir Garald Tollman -- que em anlês quer dizer "cobrador de pedágio",
Zaqueu esclarece com uma risadinha. Ele comandava o fortim que protegia o começo da estrada de bandoleiros das montanhas. Depois que Garald conseguir debelar um grande ataque unificado do povo das terras altas, o velho barão Jaxon Arlen o enfeudou.

Ha! Lorde Garald não podia ter uma dinastia chamada "cobrador de pedágio", por isso escolheu um nome mais pomposo: Waykeepers, os "guardiães do caminho". Humpf!


Zaqueu toma mais um grande gole e olha para Norin.

Mas o que foi que você perguntou mesmo?

This message was last edited by the GM at 11:47, Fri 01 Dec 2017.

Alana
Fri 1 Dec 2017
at 00:50
Re: Tudo Desmorona 1 - Problemas no norte
Emyric:
A benção de Furdermohr está contida aqui onde a gentileza e a bondade estão... Não se preocupe ele estará sob meus cuidados e prometo que o trarei de volta e bem talvez se não for muita ousadia de minha parte quem sabe possa pagar-lhe um jantar na volta. Diz reunindo coragem para não gaguejar.

Alana fica ruborizada novamente, mas também abre um sorriso.

Eu... Eu gostaria disso, sim,
responde a jovem com alegria.

Que Ele te guie e apoie, Alana diz, quando Emyric sai. E o traga de volta.
Lissandra
 player, 82 posts
 Sombra da Morte
 Sargento
Fri 1 Dec 2017
at 02:28
Re: Tudo Desmorona 1 - Problemas no norte
Lissandra houve tudo atentamente, para ela estas estalagens eram uma enorme fonte de rumores, mas muitos deles ja se mostraram uteis no passado.

Ela toma seu vinho calmamente, sem pressa e observa tudo e todos com paciência infinita.
Norin de Raven Moors
 player, 95 posts
 Guarda
Fri 1 Dec 2017
at 12:12
Re: Tudo Desmorona 1 - Problemas no norte
Zaqueu de Burgomel:
Zaqueu toma mais um grande gole e olha para Norin.

Mas o que foi que você perguntou mesmo?


Norin sorri e responde, Ah, o sr. já me respondeu. Mas interessante, não sabia sobre esta bruxa. O que sr sabe sobre ela?
Zaqueu de Burgomel
Fri 1 Dec 2017
at 12:26
Re: Tudo Desmorona 1 - Problemas no norte
Não muito. Geralmente, passo longe desse tipo de pessoa -- já tenho problemas suficientes com gente mundana, não preciso de complicações místicas. Hehehe, Zaqueu diz e pisca para Norin.

Parece que os aldeões a visitam em busca de bênçãos, remédios, leituras do futuro, poções do amor, esse tipo de coisa. Já ouvi dizer que ela vende maldições também, mas, como disse, não chego perto pra saber.

Por falar em venda, os senhores não estariam interessados em adquirir o melhor mel de Aldorin? Estou comercializando um excelente carregamento de Burgomel, que, como sabem, possui os melhores apiários do reino. Não deem atenção às mentiras que aqueles toscos de Vila Ápia espalham por aí!

This message was last edited by the GM at 12:27, Fri 01 Dec 2017.

Emyric
 player, 64 posts
 O Penitente
 Guarda
Fri 1 Dec 2017
at 12:56
Re: Tudo Desmorona 1 - Problemas no norte
Emyric estava absorto e enquanto segurava o amuleto recebido de Alana e comia sua refeição, mas as perguntas de Noric e as respostas de Zaqueu lhe trouxeram de volta a realidade e ele guarda o amuleto novamente e pensa.

Bruxa? Mas que bruxa? Achei que nosso problema aqui eram Trolls...
Lissandra
 player, 83 posts
 Sombra da Morte
 Sargento
Fri 1 Dec 2017
at 14:05
Re: Tudo Desmorona 1 - Problemas no norte
Hmm, bruxa. Normalmente é apenas alguém com poderes. Podemos verificar e avisar os lanceiros caso identifiquemos algo.
Norin de Raven Moors
 player, 96 posts
 Guarda
Fri 1 Dec 2017
at 15:09
Re: Tudo Desmorona 1 - Problemas no norte
Mestre Zaqueu, agora o sr. tocou no meu ponto fraco! Sim adoraria 2 potes do seu melhor mel! O sr.  teria  hidromel?
Zaqueu de Burgomel
Sat 2 Dec 2017
at 17:04
Re: Tudo Desmorona 1 - Problemas no norte
Se tenho hidromel, sir Norin? Ora, é claro! Sou o fornecedor desta estalagem e de vários outros estabelecimentos da região. Tenho inclusive a variedade mais forte, que chamamos de piromel: doce e pontente. Hahaha!

Quantos potes e garrafas o senhor vai querer?

Norin de Raven Moors
 player, 97 posts
 Guarda
Sun 3 Dec 2017
at 18:59
Re: Tudo Desmorona 1 - Problemas no norte
Excelente! Vou querer 2 kilos do seu mel e 3 litros do seu piromel!
Mestre
 GM, 179 posts
Mon 4 Dec 2017
at 18:00
Re: Tudo Desmorona 1 - Problemas no norte
Norin paga pela mercadoria e Zaqueu manda entregá-la no quarto pela manhã.

Após um farto café da manhã, o grupo parte novamente. As fazendas e vilas continuam, mas cada vez menos frequentes. No horizonte, quando a paisagem permite, as montanhas Cinzentas podem ser vistas, embora estejam a mais de 30 km de distância.

No início da tarde, já não há mais sinais de habitação, apenas florestas, campos e o rio. Cerca de três horas depois, o grupo chega na vila de Roadend a tempo de ver os paisanos retornando da lavoura ou do pastoreio. O povo saúda os guardas reais respeitosamente, mas não demonstra a mesma efusividade dos moradores de Arlen Town.

A comitiva segue por mais 2 km até o fortim dos Waykeepers, localizado no fim da via. Os guardas notam um pequeno obelisco de pedra que marca o término da Estrada Real, embora esta siga, com menor qualidade, em direção às montanhas, as quais sobem imponentemente diante do grupo.

Sobre o fortim, voa a flâmula com o brasão dos Waykeepers.


Os legionários anunciam a chegada do grupo e se identificam. Após checarem com seus superiores, os soldados da guarnição abrem o portam e o grupo adentra o pátio interno do fortim. De uma pequena sacada no nível superior, lorde Keiff acompanha a entrada dos guardas reais.


Antes mesmo que possam apear, ele declara em alto e bom som:

Até que enfim! Faz quase uma semana que mandei o falcão para Arlen Town!
Lissandra
 player, 84 posts
 Sombra da Morte
 Sargento
Mon 4 Dec 2017
at 19:44
Re: Tudo Desmorona 1 - Problemas no norte
Lissandra, ouvindo lorde keiff resolve ser diplomática.

Milorde, sou a Sargento Lissandra da Guarda Real. Estes são Sir Josh, Sir Emyric e Sir Norin.
Em resposta a sua solicitação a Coroa nos enviou a seu auxilio.

Mestre
 GM, 180 posts
Mon 4 Dec 2017
at 22:59
Re: Tudo Desmorona 1 - Problemas no norte
A resposta polida de Lissandra parece conter a fúria de lorde Keiff.

Hum! Que seja! Meu senescal os levará até meu salão, onde jantaremos e, depois, discutiremos o meu problema, o nobre diz e deixa a sacada.

Os serviçais de Roadend recebem o grupo e levam os cavalos para o estábulo. Enquanto o capitão da guarda dos Waykeepers recebe os legionários, um homem de meia idade e descrição genérica, aborda os guardas reais.

Olá, senhora e senhores. Meu nome é Thomaz e sou o senescal de lorde Keiff. Por favor, me acompanhem, o homem diz e os guia apara dentro do fortim.

A construção não é tão antiga quando as encontradas em Aldorin, datando da Idade Nova mesmo. Sua decoração é espartana, mas aqui e ali pode-se ver esforços da dinastia em demonstrar alguma riqueza, seja na forma de tapeçarias e pinturas ou móveis mais trabalhados.

Thomaz leva o grupo por um curto corredor até uma grande porta dupla de madeira maciça toda entalhada com uma cena de batalha -- certamente, um dos itens mais caros da família. Pelos elementos, parece ser uma representação da batalha mencionada por Zaqueu na Derradeira.

O senescal abre a porta, revelando uma salão de tamanho médio com uma lareira ao fundo e algumas tapeçarias na paredes. NO meio, há uma mesa com 10 lugares coberta de comida e bebida. Lorde Keiff senta-se à cabeceira e dois serviçais parecem a postos para servir o grupo.

Sentem-se. Deve estar com fome e não vou deixar ninguém dizer que os Waykeepers são maus anfitriões.

This message was last edited by the GM at 23:02, Mon 04 Dec 2017.

Lissandra
 player, 85 posts
 Sombra da Morte
 Sargento
Tue 5 Dec 2017
at 00:27
Re: Tudo Desmorona 1 - Problemas no norte
Ouvi exatamente o contrario Milorde, a fama de bom anfitrião e sua lealdade para com a Coroa o precede. É um prazer sentar a sua mesa.

Lisandra se senta a mesa e faz um gesto para os demais se sentarem.
Emyric
 player, 65 posts
 O Penitente
 Guarda
Tue 5 Dec 2017
at 00:35
Re: Tudo Desmorona 1 - Problemas no norte
Sua hospitalidade é muito bem vindo senhor Thomaz Emyric também senta-se a mesa no lugar que lhe for indicado.
Lorde Keiff Waykeeper
Wed 31 Jan 2018
at 01:08
Re: Tudo Desmorona 1 - Problemas no norte
Lissandra:
Ouvi exatamente o contrario Milorde, a fama de bom anfitrião e sua lealdade para com a Coroa o precede. É um prazer sentar a sua mesa.

Bajuladores, com certeza. A capital está cheia deles, lorde Keiff responde, sem parecer impressionado com o cumprimento.

Emyric:
Sua hospitalidade é muito bem vindo senhor Thomaz Emyric também senta-se a mesa no lugar que lhe for indicado.

Thomaz? Thomaz?! Que piada é essa?!!! Por acaso está insinuando que todos os "caipiras" são iguais?!! Que não consegue distinguir o lorde do senescal?!!

A face de lorde Keiff se contorce de fúria e, como que para ressaltar sua indignação, ele dá um murro na mesa que faz pratos e cálices saltarem.

This message was last edited by the GM at 01:08, Wed 31 Jan 2018.

Emyric
 player, 67 posts
 O Penitente
 Guarda
Tue 5 Dec 2017
at 12:40
Re: Tudo Desmorona 1 - Problemas no norte
Lorde Kieff, eu já ia chegar na parte de minha fala onde obviamente iria engrandecer vossa figura com feitos de presteza do presente e glórias passadas, mas não pude continuar o que ia dizer ... Obviamente o Lorde é uma figura que se destaca e não se pode confundir com os demais habitantes locais. Diz em resposta.
Lorde Kieff Waykeeper
Tue 5 Dec 2017
at 12:59
Re: Tudo Desmorona 1 - Problemas no norte
Não gosto do seu tom, guarda. Sua desculpa me parece vazia; está mais para chacota. Vieram aqui para me insultar? lorde Kieff responde mais contido, mas está claro que sua fúria não diminuiu.
Lissandra
 player, 86 posts
 Sombra da Morte
 Sargento
Tue 5 Dec 2017
at 13:12
Re: Tudo Desmorona 1 - Problemas no norte
Lissandra da um olhar congelante para Emyric e logo em seguida para os demais.

Milorde, a guarda foi enviada para ajuda-lo, nada mais.

Nossa missão é lidar com a causa dos ataques o mais rápido possivel. O lorde poderia nos passar maiores detalhes dos acontecimentos?

Lorde Keiff Waykeeper
Wed 31 Jan 2018
at 01:08
Re: Tudo Desmorona 1 - Problemas no norte
Hum! A Guarda Real precisa de mais boas maneiras.

O humor de lorde Keiff parece ter azedado definitivamente, mas a menção de seu problema contém sua fúria o suficiente para que os guardas possam permanecer na mesa.

Não há necessidade de detalhes. É um troll desgarrado que está matando meu gado e meus guardas. Não deve demorar muito para começar a trucidar meus paisanos. Essas bestas estão ficando mais ousadas. Antes só desciam no inverno; agora... o senhor de Roadend fala e toma um grande gole de seu vinho.

Você têm que encontrá-lo e matá-lo. Fornecerei um guia para que não se percam ou confundam meus servos com o rei, lorde Keiff acrescenta com um olhar vil para Emyric.

This message was lightly edited by the GM at 01:08, Wed 31 Jan 2018.

Lissandra
 player, 87 posts
 Sombra da Morte
 Sargento
Tue 5 Dec 2017
at 23:47
Re: Tudo Desmorona 1 - Problemas no norte
Devo lembra-lo Lorde Keiff que a Guarda Real representa o Rei, se tem alguma reclamação faça diretamente ao comandante da guarda e tomaremos as devidas providencias.

Quanto ao problema que esta acontecendo no Reino iremos resolvê-lo.

Partimos ao amanhecer, avise seu guia que iremos partir ao nascer do sol, grata por sua hospitalidade.


Lissandra se levanta, faz uma mesura para o Lorde e sai.
Emyric
 player, 69 posts
 O Penitente
 Guarda
Wed 6 Dec 2017
at 02:19
Re: Tudo Desmorona 1 - Problemas no norte
Emyric ignora o lorde, sua lealdade era com a coroa vigente e sua fé os nobres periféricos e parasíticos não significavam nada para ele e Kief parecia representar tudo isso personificado...

Segue a saída Lisandra.
Mestre
 GM, 182 posts
Wed 6 Dec 2017
at 19:37
Re: Tudo Desmorona 1 - Problemas no norte
Josh e Norin se entreolham e, depois, para lorde Keiff, que apenas faz um gesto com seu cálice.

Vão!

Os dois pedem licença e também deixam o salão. Lorde Keiff permanece, resmungando algo sobre falta de respeito.

This message was last edited by the GM at 01:09, Wed 31 Jan 2018.