Batismo de Sombra 1e - Rhadamanthos.   Posted by Yggie.Group: 0
Antagoras
Sat 14 Mar 2020
at 19:32
Re: Batismo de Sombra 1e - Rhadamanthos
À menção de Piton, Rhadamanthos nota que o pai trinca os dentes. Na visão do imperador, o sábio eremita havia sido um mal necessário no preparo do filho para comandar o exército e, posteriormente, o império. Mas sua ideia era que Rhadamanthos não mais se aconselhasse com o velho louco.

Contudo, quis o destino que Piton tivesse mais uma participação importante na vida do filho de Antágoras – revelar sua dádiva. E agora o imperador tinha que tolerar a presença quase contínua do sábio nos assuntos do império.

O olho de Antágoras brilha, no entanto, ao ouvir sobre a possibilidade de outros possuírem a capacidade de encontrar outras províncias.

Pois bem, vá, então. Quanto mais rápido obtivermos uma solução, melhor. Ainda quero ouvir teu relato sobre sua missão de reconhecimento, mas isso pode esperar. Antágoras termina com um acenao de cabeça, a permissão para que Rhadamanthos deixe a reunião.
Rhadamanthos
 player, 22 posts
 Drama 10
Sat 14 Mar 2020
at 20:16
Re: Batismo de Sombra 1e - Rhadamanthos
Rhadamanthos saúda seu pai e os outros generais e se retira do salão. Assim como o imperador, ele também desejava resolver essa questão o mais rápido possível. Ele então sai em busca de seu velho mentor em busca de informação.
Yggie
 GM, 149 posts
Sun 15 Mar 2020
at 14:42
Re: Batismo de Sombra 1e - Rhadamanthos
Durante a infância e adolescência de Rhadamanthos, Piton havia concordado em morar no palácio de tempos em tempos, mas após o filho do imperador ter se tornado um adulto e iniciado sua carreira militar, o sábio havia retornado a sua caverna.

Rhadamanthos cavalga por duas horas até as montanhas próximas à capital. Ele demora mais uma hora pelo caminho que leva a um pequeno vale no qual se situa a morada de Piton.

Apesar da paisagem árida, o vale é abençoado por uma fonte que garante uma exuberância de vida e é no jardim em frente a sua caverna que o príncipe-guerreiro encontra seu mentor.

Piton está colhendo ervas e abre um sorriso, quando vê seu antigo pupilo.


Haha! Os deuses sorriem para este humilde eremita e trazem um príncipe a minha casa. A que devo a honra dessa visita, ó grande Rhadamanthos?

O filho de Antágoras sabe que não há má fé nas palavras de Piton. Contudo, também se recorda que o sábio tinha grande habilidade em plantar os pés de Rhadamanthos firmemente no chão, quando o poder e status de príncipe lhe subia à cabeça.
Rhadamanthos
 player, 23 posts
 Drama 10
Mon 16 Mar 2020
at 01:36
Re: Batismo de Sombra 1e - Rhadamanthos
Rhadamanthos nutria por seu mestre um profundo respeito, mas ele gostava de pensar que também tinham um certo laço de amizade. Ele vê seu mestre e retribui o sorriso abrindo os braços em um gesto de saudação.

Yggie:
Haha! Os deuses sorriem para este humilde eremita e trazem um príncipe a minha casa. A que devo a honra dessa visita, ó grande Rhadamanthos?

HAHAHA Mestre! Eu que sou abençoado em poder ter uma companhia tão reconfortante depois de uma longa jornada. E deixemos os títulos de lado!

Rhadamanthos se aproxima e da um abraço acalorado típico de um homem grande. Diferente de seu pai, o mestre Piton lhe permitia atos afetuosos como este.

Vamos para a cabana, trago comigo uma ótima bebida de outra província, garanto que irá adorar! Até agora tudo tem corrido perfeitamente bem!

Eles entram na humilde cabana do eremita e servem a bebida. Enquanto isso Rhadamanthos explica a situação.

Mestre, como sabes tenho estendido nossa campanha de expansão territorial ao longo de novas províncias, graças a essa maravilhosa dádiva que o senhor me elucidou! Lhe serei eternamente grato a isso!

Rhadamanthos se levanta da simples mesa e começa a falar em um tom mais sério.

Entretanto Mestre, tal dádiva é permitida apenas para mim, e isso tem gerado problemas com a logística de nossa campanha. Venho aqui humildemente em busca de sua sabedoria infinita a fim de dar solução a tal contratempo, e que se não for resolvido pode tornar nosso objetivo inviável!

Esta última frase havia sido dita com um pesar muito grande, quase que algo que não pudesse nem ser pensado. Depois de um segundo de silencio Rhadamanthos prossegue.

Mestre, o senhor conhece alguma forma que permita nos comunicarmos com as outras províncias? Ou talvez uma forma de enviarmos nossas tropas sem a necessidade de minha presença?

Rhadamanthos termina sua fala mas sem se reduzir a uma posição de súplica. Apesar do seu apreço por Piton ele só se subordinava ao seu pai.
Piton
Mon 16 Mar 2020
at 15:51
Re: Batismo de Sombra 1e - Rhadamanthos
Ha! Quem me dera os deuses tivessem me agraciado com sabedoria infinita, Rhada, diz Piton, usando o apelido que cunhara para o herdeiro imperial. Perco muito tempo de vida tendo que falar seu nome a todo momento, dissera o sábio de maneira bem humorada na época.

Piton coça a barba enquanto beberica do presente de Rhadamanthos.

Em verdade, creio ter a solução para teus problemas, pequeno. É fato que não és o único com tua dádiva. Como sei? Muitos anos atrás, antes mesmo de você ter nascido, quando eu ainda era um jovem tolo e arrogante, conheci outro como tu: uma mulher de cabelos vermelhos como os teus. Foi ela que me revelou o mundo das Sombras e o pouco que sei aprendi com ela.

O sábio faz uma pausa e parece ponderar algo por alguns instantes.

Antes de lhe dar uma resposta, Rhada, quero lhe fazer uma pergunta. Achas que tua dádiva serve apenas para conquista, para expandir o império de teu pai? Se não tivesses que responder ao poderoso Antágoras, se pudesses ir pra qualquer lugar nas Sombras, pra onde irias?
Rhadamanthos
 player, 24 posts
 Drama 10
Mon 16 Mar 2020
at 17:54
Re: Batismo de Sombra 1e - Rhadamanthos
Rhadamanthos já não era mais um jovem imaturo, mas o velho Piton ainda sabia faze-lo questionar suas crenças. Porém a resposta havia sido entranhada no mais profundo do seu ser, e ele era incapaz de pensar algo diferente disso. Ele responde de forma séria e firme.

Se não respondesse meu pai você diz?Para onde eu iria? Pois eu lhe digo, não iria a lugar algum, pois minha existência já está determinada. Minha função é expandir nosso território e levar a glória ao povo de todas as províncias, e farei isso até o meu último dia de vida. Essa dádiva pode ter outras funções, mas eu irei usar tudo que puder para conquistar meu objetivo.
Piton
Mon 16 Mar 2020
at 22:45
Re: Batismo de Sombra 1e - Rhadamanthos
Piton fica me silêncio por algum tempo, matutando a resposta do pupilo e brincando com as tranças em seu cabelo. Ele finalmente suspira.

Ouves, então, príncipe-guerreiro de Antagória! o sábio diz num tom trovejante. Este conhecimento não lhe concedo levianamente, pois pode levar à tua ruína. Sua dádiva é mais poderosa do que pensas. Não apenas a pronvíncias e conquistas ela pode guiar-te, mas também aos desejos do teu coração e da tua alma.

Se ambos forem sombrios, caótico será teu destino.

Se é semelhantes que procuras, pensas neles – guerreiros como tu, sábios nos caminhos das Sombras, dotados de poderes exóticos, cria dos deuses –, pega teu cavalo e partes rumo a eles, pois estão lá, entre as Sombras.

Vá, Rhadamanthos Antagorides! Mas tenha meu alerta em teus pensamentos!
Piton está quase gritando e gesticula de maneira equivalente.

This message was last edited by the GM at 23:05, Mon 16 Mar 2020.

Rhadamanthos
 player, 25 posts
 Drama 10
Tue 17 Mar 2020
at 01:09
Re: Batismo de Sombra 1e - Rhadamanthos
Rhadamanthos deixa a cabana um pouco perturbado. Nunca as palavras de Piton foram tão alarmistas. Tão alarmistas que o fizeram questionar se ele deveria mesmo fazer aquilo. Enquanto segue de volta ao Império ele decide agir com cautela. Antes de partir ele toma todas providências para manter a campanha, enviando mais tropas a província, assim como os generais para coordenarem a região.

Pouco tempo após o seu retorno ele convoca 4 dos seus melhores guerreiros e explica a situação. Essa seria uma viagem inédita, e as chances de encontrar um inimigo eram reais. Seu pelotão pessoal era formado pelos soldados mais bem treinados, veteranos de guerra, e também os mais leais a Rhadamanthos. Eles jamais pensariam em dar-lhe as costas.

Ele avisa aos outros que estará de partida por tempo indeterminado, mas que tentará retornar o mais breve possível. Enquanto termina de se equipar para a batalha com seu típico traje e equipamentos Rhadamanthos discursa de forma motivacional pra seu pequeno esquadrão.

Homens, deixem seus desejos pessoais para trás, pois dessa vez iremos aonde o Império jamais foi. Mas vos digo, caso retornemos com vida, somente a glória os aguarda!

E sem saber ao certo no que se concentrar, ele pensa em uma mulher de cabelos vermelhos. Já que Piton aprendeu os segredos das viagens com ela, talvez ela saiba mais coisas e seja uma aliada.
Yggie
 GM, 158 posts
Tue 17 Mar 2020
at 03:03
Re: Batismo de Sombra 1e - Rhadamanthos
Rhadamanthos cavalga com seus homens e foca seu dom em encontrar uma mulher ruiva. Ele pode sentir as Sombras partindo e, em questão de minutos, encontra a mulher: uma camponesa que não tem ideia do que o príncipe está falando.

Ele tenta mais duas vezes, sempre se aprofundando nas Sombras, mas o resultado é o mesmo. Rhadamanthos procura então se concentrar especificamente na mulher que esteve com Piton, mas dessa vez ele parece vagar sem direção pelas Sombras. Talvez esteja morta ou se escondendo.

Frustrado, o sombrarilho se recorda que Piton conjurou uma imagem muito específica a respeito de seus semelhantes...

This message was last edited by the GM at 16:00, Tue 17 Mar 2020.

Rhadamanthos
 player, 26 posts
 Drama 10
Tue 17 Mar 2020
at 13:53
Re: Batismo de Sombra 1e - Rhadamanthos
Rhadamanthos se sente frustrado, mas não derrotado. A conversa com Piton volta naturalmente a sua mente, como se tivesse acabado de acontecer. Ele decide mentalizar exatamente o que ele disse.

Guerreiros. Sábios. Dotados. Cria dos deuses.
Guerreiros. Sábios. Dotados. Cria dos deuses.
Guerreiros. Sábios. Dotados. Cria dos deuses.
Guerreiros. Sábios. Dotados. Cria dos deuses.
Guerreiros. Sábios. Dotados. Cria dos deuses.
Guerreiros. Sábios. Dotados. Cria dos deuses.
Guerreiros. Sábios. Dotados. Cria dos deuses.
Guerreiros. Sábios. Dotados. Cria dos deuses...

Yggie
 GM, 162 posts
Tue 17 Mar 2020
at 16:17
Re: Batismo de Sombra 1e - Rhadamanthos
Depois de 11 dias de viagem atrás da ruiva de Piton, Rhadamanthos concentra nos seus semelhantes descritos pelo sábio. O príncipe-guerreiro avança com novo propósito.

A mediada que avança pelas Sombras, ele vê mudanças exóticas nos locais e habitantes: as construções crescem e se tornam imensas torres de pedra, vidro e aço; as vestimentas assumem aspectos estranhas; monstruosidades metálicas se movimentam de maneira autônoma pelo chão e pelo ar, entre outras bizarrices.

Mesmo os soldados de elite que acompanham Rhadamanthos ficam um pouco abalados pelo que testemunham e se indagam onde terminará essa jornada sinistra.

Após mais 11 dias, o grupo finalmente chega ao seu destino.


Ao cavalgar por essa terra estranha, Rhadamanthos percebe uma outra sensação. É algo que não consegue precisar e que não está presente em primeiro plano, mais como um leve formigamento no fundo da mente. Um incômodo com tudo ao seu redor, como se algo estivesse errado ou quebrado.
Rhadamanthos
 player, 27 posts
 Drama 10
Tue 17 Mar 2020
at 17:11
Re: Batismo de Sombra 1e - Rhadamanthos
Pelos Deuses! Rhadamanthos se espanta com o cenário que se encontra, mas por hora ele não tenta compreende-lo. Algo o trouxe até ali e ele tinha que investigar. Ele ordena aos soldados.

Homens, mantenham-se próximos e atentos, vamos investigar essa região.

Sem saber ao certo por onde ir ele simplesmente lidera o grupo seguindo seu instinto.
Yggie
 GM, 165 posts
Tue 17 Mar 2020
at 20:21
Re: Batismo de Sombra 1e - Rhadamanthos
Rhadamanthos e seus homens cavalgam pela cidade abandonada. Por onde passam, a cena é a mesma: desolação. Poderia ele ter viajado ao próprio Hades?

De repente, ele ouve um barulho metálico vindo da esquina à frente, como se algo tivesse caído ou sido derrubado.
Rhadamanthos
 player, 28 posts
 Drama 10
Tue 17 Mar 2020
at 21:52
Re: Batismo de Sombra 1e - Rhadamanthos
Enquanto caminham Rhadamanthos pensa "Não é possível que haja vida nesse lugar...". O barulho de metal o deixa mais cauteloso ainda, ele sinaliza com as mãos para que os soldados parem. Um dos soldados desce do cavalo e vai a pé pelo canto do muro para observar o que tinha mais a frente enquanto os outros aguardam mais atrás.
Yggie
 GM, 167 posts
Wed 18 Mar 2020
at 02:18
Re: Batismo de Sombra 1e - Rhadamanthos
O soldado avança, lança e escudo a mão, até a esquina e espia o outro lado. Subitamente, uma seta ou flecha acerta o canto do muro, errando a cabeça do soldado por pouco.

General, persigo o inimigo? o soldado pergunta da esquina.
Rhadamanthos
 player, 29 posts
 Drama 10
Wed 18 Mar 2020
at 02:45
Re: Batismo de Sombra 1e - Rhadamanthos
Rhadamanthos ordena que seu soldado volte, obviamente o inimigo esta com uma arma de longo alcance, e provavelmente de precisão. Ordenar que seu soldado avance cegamente em uma posição de desvantagem era o mesmo que sentenciá-lo a morte. Também não era do seu feitio enviar seus solados na linha de frente enquanto ele aguardava de forma segura na retaguarda. Entretanto, ele tinha poucos soldados a disposição, o que dificultava elaborar uma estratégia. Eu realmente não queria ter que batalhar tão rápido...

Ele não conseguiu ver a flecha, então pode ser algum tipo de arma misteriosa. Seja lá quem estava do outro lado provara que era inimigo. Pelo som do ambiente ele percebeu que não havia movimentação do inimigo, o que era estranho. Rhadamanthos raciocina em uma velocidade espantosa. Agora ele observa cuidadosamente o cenário em que se encontra para tentar ganhar alguma vantagem.

Soldados, não sei que lugar é esse, mas parece que já foi uma espécie de Império um dia. Vejam, isso são padrões de estradas... ele diz em voz baixa enquanto aponta para as ruas destruídas. Se o inimigo está com arcos devemos usar a estratégia mais elementar, atacar pelos flancos. Porém, precisamos descobrir quantos inimigos são e que tipo de armas estão usando. e enquanto explica a situação ele desce do cavalo e faz um ultimo carinho na cabeça do animal Eu sinto muito amigo, mas seu sacrifício será honrado e dá um tapa na traseira do equino para que este corra em disparada subindo a estrada.
Yggie
 GM, 170 posts
Wed 18 Mar 2020
at 03:21
Re: Batismo de Sombra 1e - Rhadamanthos
O cavalo corre pela rua e Rhadamanthos ouve algo que parece um palavrão, seguido de passos acelerados na direção oposta.
Rhadamanthos
 player, 30 posts
 Drama 10
Wed 18 Mar 2020
at 13:41
Re: Batismo de Sombra 1e - Rhadamanthos
Rhadamanthos ganha confiança ao saber que é apenas um homem. Ele ordena que 2 soldados deem a volta pela bifurcação da estrada atrás deles, enquanto isso ele avança com os outros 2 solados em uma formação de defesa com os escudos.
Yggie
 GM, 175 posts
Wed 18 Mar 2020
at 14:59
Re: Batismo de Sombra 1e - Rhadamanthos
Rhadamanthos e seus soldados contornam a esquina, seus escudos fazendo uma barreira de proteção. Na distância, ele vê seu cavalo galopando estrada abaixo.

De onde está, o príncipe-guerreiro vislumbra, a cerca de um quarteirão e meio de distância, um movimento rápido, como se alguém tivesse entrado na viela que o sombrarilho também percebe.
Rhadamanthos
 player, 31 posts
 Drama 10
Wed 18 Mar 2020
at 15:39
Re: Batismo de Sombra 1e - Rhadamanthos
Avancem homens! Mas com cautela, não conhecemos essa região. Pode ser uma armadilha. Rhadamanthos ordena para os soldados que estão com ele. Os outros seguem de forma paralela na rua ao lado.
Yggie
 GM, 177 posts
Wed 18 Mar 2020
at 18:33
Re: Batismo de Sombra 1e - Rhadamanthos
Rhadamanthos e seus homens chegam até a viela. Ela se estende por 20 m e parece virar pra esquerda.

Não presumi que você avançou viela adentro, porque achei que poderia quere explicitar alguma tática. Os dois soldados que foram pelo outro lado voltaram ao grupo pela transversal?

Rhadamanthos
 player, 32 posts
 Drama 10
Wed 18 Mar 2020
at 18:47
Re: Batismo de Sombra 1e - Rhadamanthos
Os soldados que foram pelo outro caminho se encontram com o resto do grupo. Rhadamanthos percebe que o caminho é muito estreito, entrar com todos ali não traria vantagem nenhuma. Ele percebe que ao fim do estreito caminho há uma curva pra esquerda, ele ordena que 3 dos soldados vão por outro caminho para tentar interceptar o fugitivo, agora apenas um soldado o acompanhava. "Começo a desconfiar de que ele está realmente tentando fugir, vamos encurralá-lo e capturá-lo vivo."
Yggie
 GM, 178 posts
Wed 18 Mar 2020
at 20:16
Re: Batismo de Sombra 1e - Rhadamanthos
Três dos soldados descem a rua principal à procura de uma entrada alternativa, enquanto Rhadamanthos e o guarda restante seguem pela viela. Depois da curva, o caminho se estend epor mais 10 m e termina. O sombrarilho conclui que é a área dos fundos de parte do quarteirão.


Rhadamanthos
 player, 33 posts
 Drama 10
Wed 18 Mar 2020
at 20:32
Re: Batismo de Sombra 1e - Rhadamanthos
Rhadamanthos faz uma formação de defesa em dupla, de costas com seu soldado. Os dois caminham lentamente observando o local com seus escudos levantado. REVELE-SE HOMEM, NÃO DESEJAMOS LHE CAUSAR MAL!
Yggie
 GM, 185 posts
Thu 19 Mar 2020
at 01:19
Re: Batismo de Sombra 1e - Rhadamanthos
Do nada, uma pedrinha acerta o elmo de Rhadamanthos. Não foi um arremesso pra ferir, mais pra chamar a atenção.

O príncipe-guerriro olha pra cima e vê um homem escalando a face de um prédio de seis andares me direção ao chão.

Falem baixo, não chamem tanta atenção. , ele diz, semisussurrando.

O homem tem feições exóticas e se veste com roupas largas. Carrega à cintura o que parece ser uma espada longa, mas de um formato com o qual Rhadamanthos não está familiarizado.

Ao chegar ao chão, o estranho diz: Quem são voces e o que fazem aqui?

>>> Batismo de Sombra 2 - A reunião

This message was last edited by the GM at 18:38, Thu 19 Mar 2020.